Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Menino de 9 anos chora e pede corda para se matar após sofrer bullying

.

(Foto: Reprodução/Facebook​)
(Foto: Reprodução/Facebook​)

O vídeo de um menino, de apenas 9 anos, que implora aos prantos por uma corda para poder se enforcar depois de sofrer bullying na escola está comovendo pessoas por todo o mundo.

A gravação foi feita pela mãe australiana, Yarraka Bayles, e publicado em seu Facebook na última terça-feira (18). Nas imagens Quaden Bayles, que sofre de nanismo, diz “Me dê uma corda, eu quero me matar. Só quero me esfaquear no coração … quero que alguém me mate”.

A mãe continua filmando o menino, e também chorando dispara: "Esse é o impacto que o bullying tem sobre um garoto de 9 anos que só quer ir para a escola, aprender e se divertir. Mas todo dia algo acontece. Mais um pisódio, mais um bulying, mais um xingamento", afirma.

Segundo Yarraka , ela resolveu publicar o vídeo para conscientizar as pessoas sobre as consequências da prática do bullying. "Eu quero que as pessoas, pais, educadores saibam que é isso que o bullying provoca. Por favor, eduquem seus filhos, sua família, seus amigos. Porque tudo o que precisa é que, por um instante a mais... E vocês se perguntam por que as crianças estão se matando". Ela revelou ainda à mídia local que também já pensou em tirar a própria vida ao ver o sofrimento do filho. Assista ao vídeo: 


Reprodução/Facebook

A grande repercussão do vídeo, no entanto, fez com que Yarraka e seu filho recebessem centenas de mensagens de apoio e solidariedade. Até a noite desta última quinta-feira (20) a publicação já contava com mais de 224 mil compartilhamentos e 11 milhões de visualizações.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber