Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Pai acusado de matar o filho asfixiado dentro da máquina de lavar é absolvido em júri popular

.

Foto: Marcos Landim/RPC
Foto: Marcos Landim/RPC

O júri popular absolveu, na tarde desta quinta-feira (20), Rogério Paulino da Silva, de 43 anos, que era acusado de matar o filho de 4 anos asfixiado dentro de uma máquina de lavar, em março de 2011. O julgamento iniciou por volta das 8h30.

De acordo com o processo, a criança morreu após ficar presa, junto com a gata da família, dentro da máquina de lavar. Esse foi o segundo julgamento de Silva sobre o caso. O primeiro ocorreu em 2017, mas foi anulado após a Justiça atender o pedido da defesa, que alegou erros na perícia realizada à época.

Conforme o advogado de defesa, Fernando Cesar Resta, o pedido de cancelamento do primeiro julgamento foi necessário porque a Polícia Civil não apreendeu a máquina de lavar onde a criança foi encontrada e não fez a perícia com uma máquina idêntica a do caso.

No julgamento desta quinta-feira, de acordo com o promotor de Justiça Carlos Roberto Moreno, a defesa levou uma máquina de lavar para o Tribunal do Júri. A máquina era igual a que o menino foi encontrado morto.

O eletrodoméstico serviu para a defesa convencer os jurados de que qualquer criança poderia entrar sozinha no equipamento e ficar presa, segundo a promotoria.

(G1 PARANÁ)

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber