Família é flagrada carregando a sogra no porta-malas do carro, em Santa Catarina - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

    Cotidiano

    Família é flagrada carregando a sogra no porta-malas do carro, em Santa Catarina

    Foto: Divulgação
    Foto por
    Escrito por Da Redação
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    Uma cena inusitada foi flagrada pela Polícia Militar Rodoviária de Santa Catarina na SC-401, em Florianópolis, nesta quinta-feira (13) de manhã. Uma família de argentinos que passava na rodovia foi flagrada carregando a sogra no porta-malas do veículo.

    Eles foram abordados em Santo Antônio de Lisboa após denúncias de outros motoristas. Segundo a polícia, a mulher estava no meio de vários objetos de praia dentro do porta-malas e inclusive tentou se esconder com um cobertor. Além disso, no banco de trás do carro uma criança estava fora da cadeirinha.

    A família disse que queria economizar e fazer apenas uma viagem de carro até a praia, por isso excedeu o limite do veículo.

    Com as duas infrações registradas para o motorista, os argentinos foram liberados pelos policiais depois que corrigiram a situação. Metade da família seguiu viagem no carro, enquanto os outros continuaram o caminho em um carro por aplicativo.

    A polícia alertou que carregar passageiros no porta-malas é uma infração de trânsito e também coloca a pessoa em risco.

    Com informações NSCtotal.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Como reestruturar e garantir a sobrevivência do meu negócio?

    Deixe seu comentário sobre: "Família é flagrada carregando a sogra no porta-malas do carro, em Santa Catarina"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.