Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Homem é preso suspeito de forjar roubo para sair como herói e reatar com ex

.

Depois de oito meses de investigação, a Polícia Civil de Alagoas prendeu um homem suspeito de contratar duas pessoas para forjarem um assalto a uma mulher. A intenção seria defendê-la do roubo e sair como herói para reatar o namoro com a garota. Entretanto, o crime acabou ocorrendo de verdade, e o suspeito e sua ex-namorada foram espancados. 

O caso ocorreu em maio de 2019, e a verdade só foi veio à tona após a desconfiança da polícia, que pediu a quebra de sigilos telefônicos do ex-namorado e do amigo dele — um motorista de aplicativo que emprestou o carro para a simulação do crime. Os dois foram presos na terça-feira (4) e seguem detidos à disposição da Justiça. 

A mulher relatou à polícia, em maio, que estava na porta de casa com o ex-namorado no bairro da Serraria, em Maceió, quando dois homens a abordaram pedindo água. Ao entrar para buscar a água, os supostos assaltantes renderam o ex-namorado e o levaram para dentro de casa dela. A vítima relatou que eles estavam armados com um revólver e a agrediram no rosto, deixando a mulher com escoriações. 

No boletim de ocorrência, ela afirma que foram levados R$ 600, dois computadores, duas mochilas e joias.

Plano frustrado
Segundo o delegado José Carlos André, da delegacia especializada de roubos de Maceió, a história começou a dar errado para o ex-namorado ainda durante a ação de assalto —que acabou ocorrendo de verdade. A situação ficou ainda mais complicada porque a vítima anotou a placa do carro usado no roubo. "Ela contou que ele ficou insistindo para que a vítima não procurasse a polícia para prestar queixa do roubo", afirmou.

Sem sucesso em convencer a ex de ir à polícia, o suspeito informou ao amigo do que ocorrera e pediu que ele prestasse queixa de roubo do carro horas antes para justificar que o carro tenha sido usado no assalto. "A reação natural de um motorista de aplicativo seria avisar de imediato, entrar em contato com o proprietário do carro e pedir para rastrear, avisar à polícia. Mas ele disse que o carro foi roubado às 13h30, e só entrou em contato às 19h. Isso chamou a atenção", explicou o delegado.

A partir das novas informações, o ex-namorado prestou outro depoimento em que confessou a mentira e que a ideia do assalto era sair como herói da história e tentar reatar com a ex-namorada. "Ele disse que não conhecia os dois indivíduos. Ele também é motorista de aplicativo, e afirma que fez uma viagem para um local perigoso e que lá conheceu dois indivíduos e os contratou para o serviço. Ele prometeu dar o seu iPhone para que simulassem o assalto, com uma suposta agressão a ele, e evitando a dela, para sair como herói", contou.

(UOL)

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber