Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Criança é atacada por pit-bull dentro de mercado; assista

.

Foto: Reprodução / RPC
Foto: Reprodução / RPC

Uma criança de dez anos foi atacada por um cachorro da raça pit-bull em Alto Paraná, no noroeste do Paraná, no sábado (1°). Imagens de uma câmera de segurança de um supermercado mostram o animal atacando a menina. A criança sofreu ferimentos considerados leves. A polícia investiga o caso.

As imagens mostram a menina correndo para dentro da empresa e o cachorro entrando logo atrás dela. Enquanto alguns funcionários socorrem a menina, seguranças batem no animal para tentar tirar o pit-bull do local. Assista:


O gerente do supermercado contou que a criança estava em uma praça e correu em direção a empresa quando começou a ser perseguida pelo cachorro. Ela entrou no estabelecimento para pedir ajuda.

"Ela entrou e, no primeiro momento, o cachorro ficou meio perdido, mas passou por baixo do caixa e pegou ela [criança]. Foi aí que o segurança foi pra cima do cachorro e conseguiu tirar o animal", lembrou Vagner Morgante.

Seguranças conseguiram retirar o cachorro de dentro do supermercado, mas o animal morreu logo depois.

A menina foi socorrida, levada para uma unidade de saúde, onde foi vacinada contra a raiva, e depois foi liberada.

A família da criança não registrou Boletim de Ocorrência na Polícia Civil. Mas, a Polícia Militar (PM) esteve no local e comunicou o fato à Polícia Civil. Por este motivo, o delegado Dimitri Tostes disse que vai investigar o caso.

"Tem a contravenção penal de omissão de cautela, que é a guarda negligente de animal perigoso, além do possível crime de omissão corporal culposa. No entanto, como o crime demanda representação, a gente precisa que o pai, a mãe ou um responsável legal solicite providências legais", explicou.

Conforme a Polícia Civil, além da questão criminal, os donos do cachorros podem responder pelo dano material e pelo dano moral.

O Conselho Tutelar informou que os donos do cachorros prestaram atendimento a criança e ofereceram o suporte necessário. Disseram que o animal fugiu da casa e eles estavam procurando o cachorro quando souberam do ataque.

Com informações do G1 / RPC.


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber