Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Consonância entre membros da Comissão de Segurança facilita trabalho do grupo

.

Formada por membros titulares oriundos da área de segurança e presidida por um ex-integrante da Polícia Militar do Paraná, a Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Paraná encerrou 2019 atendendo a todas as demandas que lhe foram solicitadas. “Apesar do trabalho pesado durante o ano, é muito fácil trabalhar com uma equipe que é estritamente técnica. Tivemos situações relevantes, como a do Porto de Paranaguá, a situação do presídio para funcionários públicos e uma audiência pública sobre reintegrações de posse na cidade de Cascavel”, destacou o presidente do grupo, deputado Coronel Lee (PSL).

Em Paranaguá, a Comissão se debruçou sobre crimes contra os caminhoneiros que seguem para o desembarque de cargas. Foram cobradas ações do Governo do Estado e oferecido apoio aos órgãos para reduzir os índices. A Comissão se reuniu com o secretário de estado da Segurança Pública, e Administração Penitenciária, Rômulo Marinho Soares, com o comandante da Polícia Militar e com o chefe da Polícia Civil, além do chefe da Guarda Portuária. O empenho ajudou na redução de furtos em 76% e de assaltos aos caminhoneiros em 54%.

A Comissão solicitou, do Poder Executivo, recursos que garantam a construção de um estabelecimento prisional para custódia de integrantes das carreiras de segurança pública. Segundo justificativa do requerimento (nº 3333/2019) o Paraná “não possui uma unidade penal para agentes de segurança do Estado. Este estabelecimento penal, além de custodiar policiais militares, bombeiros militares, policiais civis, guardas municipais e agentes penitenciários poderá abrigar também ex-governadores, deputados estaduais e federais, juízes, promotores e demais autoridades que sejam privadas de suas liberdades”.

Em outubro, foi promovida em Cascavel, no Oeste, a audiência pública “MST – Reintegrações de Posse”, com a participação de produtores rurais, empresários, membros do Poder Judiciário, gestores e lideranças da região. Agricultores que tiveram suas propriedades ocupadas deram seus depoimentos. Em agosto, membros da Comissão de Segurança Pública foram a Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, para ouvir do prefeito Hissan a intenção de repassar um edifício do município à Polícia Militar para a criação e instalação de um batalhão da Polícia Militar.

São membros titulares da Comissão de Segurança Pública os deputados: Coronel Lee (PSL), presidente; Delegado Recalcatti (PSD), vice-presidente; Delegado Fernando Martins (PSL); Delegado Jacovós (PL); Soldado Adriano José (PV); Soldado Fruet (PROS); e Subtenente Everton (PSL).

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber