Grávida escreve nome do suspeito com o próprio sangue antes de morrer, em Anápolis - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Cotidiano

Grávida escreve nome do suspeito com o próprio sangue antes de morrer, em Anápolis

Foto por
Escrito por Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Uma mulher grávida que foi morta na noite da última segunda-feira (20), em Anápolis, Goiás, conseguiu escrever o nome do suspeito com o próprio sangue antes de morrer. Ela tinha 38 anos e foi esfaqueada no pescoço. O caso aconteceu no Jardim Alexandrina. A vítima estava grávida de sete meses. 

Segundo a Polícia Militar (PM), Luciene Maria de Sousa foi atingida no pescoço, quando estava dentro de casa. Ela conseguiu andar por cerca de 40 metros até uma lanchonete. No local, ela escreveu o nome do suspeito em uma das mesas do estabelecimento. O resgate chegou a ser chamado, mas a vítima não resistiu e morreu no local. O bebê também morreu.

O suspeito, que tem 31 anos, foi preso. De acordo com a PM, o homem estava com marcas de arranhões no pescoço e tinha vestígios de sangue na perna e pés. 

Segundo a Polícia Civil, que investiga o caso, o suspeito ficou em silêncio durante o depoimento. Uma das linhas de investigação é que a morte tenha relação com o tráfico de drogas.


Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Grávida escreve nome do suspeito com o próprio sangue antes de morrer, em Anápolis"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Todos os candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.