Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Comissão de Esportes da Assembleia aprova 25 projetos em 2019

.

Foram seis reuniões e 25 projetos de lei analisados, discutidos e com pareceres aprovados pela Comissão de Esportes da Assembleia Legislativa do Paraná durante o ano de 2019. Um balanço positivo para o presidente da Comissão, deputado Douglas Fabrício (CDN). “Parece simples, pequeno apenas 25 projetos, mas vale lembrar que estamos falando de uma área que é muito esquecida e pouco valorizada pela sociedade que é a do esporte”, disse. Um requerimento, propondo a criação da Frente Parlamentar em Apoio e Defesa ao Paradesporto, do deputado Subtenente Everton (PSL), também foi aprovado.

“As pessoas gostam muito de sentar no sofá e ver o jogo de futebol, assistir uma modalidade esportiva, mas muitas destas pessoas não sabem que para aquilo acontecer precisam do poder público lá na base para investir, colocar dinheiro e trabalhar para que as pessoas passem a gostar de esportes, se afastando assim de coisas ruins”, afirmou.

Para o deputado, a Comissão tem um papel muito importante e está conseguindo beneficiar milhares de pessoas no Paraná. A maioria dos projetos analisados diz respeito à concessão de utilidades públicas para entidades que fazem trabalhos sociais de incentivo à prática esportiva. O destaque fica por conta do projeto de lei 607/2017, do deputado Paulo Litro (PSDB), que dispõe sobre as penalidades a serem aplicadas aos torcedores e aos clubes de futebol cujas torcidas praticarem atos de racismo em estádios do Paraná.

“A nossa alegria é conseguir fazer não só que estes projetos sejam aprovados, mas também que essas entidades que foram beneficiadas possam depois fazer parcerias com o poder público, consigam desenvolver um projeto, consigam recursos financeiros e transformem os sonhos em realidade que é formar um melhor cidadão pelo esporte”, comentou.

Também fazem parte da Comissão os deputados Subtenente Everton (PSL), Alexandre Amaro (Republicanos), Boca Aberta Jr (PROS), Paulo Litro (PSDB) e as deputadas Cristina Silvestri (CDN) e Mabel Canto (PSC).

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber