Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Homem diz que colocou fogo em namorada por ciúmes; vítima morreu no hospital

.

Um homem frio que não demonstra nenhum arrependimento. Assim a delegada Sandra Nepomuceno descreve José dos Santos Capato, de 65 anos, que confessou ter jogado combustível e ateado fogo na namorada Francisca dos Santos, de 66 anos, que morreu logo depois no hospital. Capato foi preso na casa de um sobrinho no dia seguinte ao crime, ocorrido em Matinhos, no litoral do Paraná, na madrugada de terça-feira (31).

(Francisca dos Santos, de 66 anos, morreu logo depois no hospital)

“Foi um crime bastante cruel. Ele é um homem frio, sem nenhum arrependimento. Ele só repete o tempo todo que ouviu falar que ela tinha um amante, como se isso justificasse o absurdo que fez”, contou a delegada sobre o caso de feminicídio.

Francisca foi socorrida por vizinhos e levada ao Hospital em Paranaguá. Ela teve 80% do corpo queimado e morreu nesta quarta-feira (1º). A vítima era camareira do Sesc, mas estava afastada tratando de uma lesão.

Segundo a delegada, o casal estava junto há quatro ou cinco meses e não havia registro de Boletim de Ocorrência por agressão. “Os filhos do suspeito ficaram surpresos com a atitude do pai. Eles foram ouvidos, assim como outras testemunhas e a prisão preventiva já foi decretada”, disse a delegada.

(Banda B)

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber