Mais lidas
Ver todos

    Cotidiano

    Deputado relata ao governador problemas na hora de fazer um BO

    Foto por
    Escrito por Assembleia Legislativa do Estado do Paraná
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    O deputado Delegado Recalcatti (PSD) relatou nesta terça-feira (17) ao governador Carlos Massa Ratinho Junior as dificuldades que a população enfrenta para fazer registros de Boletins de Ocorrência durante os sábados, domingos, feriados e à noite. “Se o cidadão precisar de um BO, ele não vai encontrar uma Delegacia aberta”, afirmou Recalcatti durante a reunião semanal do governador com secretários e presidentes de órgãos, no Gabinete de Gestão Integrada (GGI), no Palácio Iguaçu.

    “A Polícia Civil vem sofrendo ao longo do tempo um desgaste muito grande”, descreveu o parlamentar, que atuou como investigador e Delegado durante 40 anos na Polícia Civil. Ele destacou que apenas duas unidades funcionam 24 horas por dia em Curitiba: a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV).

    O governador Carlos Massa Ratinho Junior reconheceu a situação precária no funcionamento das Delegacias de Polícia. “Nós temos uma série de desafios para poder modernizar o atendimento e melhorar o ambiente das Delegacias”, afirmou. Apesar da dura avaliação, o governador agradeceu a manifestação. “Como o senhor é da área, o seu olhar clínico ajuda bastante a gente a tentar amenizar esses problemas”, completou.

    Recalcatti contou ao governador que, no último sábado, recebeu a ligação de uma pessoa que foi vítima de roubo e procurou a Delegacia de Furtos e Roubos (DFR). De acordo com o seu relato, a unidade policial se encontrava fechada. Em seguida, procurou a Delegacia da área, que é o 9º Distrito, onde tentou contato telefônico sem sucesso.

    Foi, então, orientado para fazer o registro na Central de Flagrantes, no Centro da capital, mas lhe informaram que deveria ter paciência porque havia uma fila de pelo menos 50 pessoas aguardando para serem atendidas. Ele, então, desistiu de fazer o registro. “Numa situação de emergência, o cidadão muitas vezes não pode aguardar até a segunda-feira, quando haverá filas e filas para ser atendido por pouca gente e pouca estrutura”, disse. 

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Top de Marcas 2020

    Deixe seu comentário sobre: "Deputado relata ao governador problemas na hora de fazer um BO"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.