Tribuna do Norte Online
Saiba Agora
Últimas notícias
    Você está em

    Cotidiano

    Papai Noel suspeito de assédio nega crime e diz ter doença nos testículos

  • Foto por
    Escrito por redação
    Publicado em 12/12/2019 Editado em 12/12/2019

    Suspeito de ter assediado uma criança em um shopping de Contagem, na Grande BH, o homem de 58 anos que trabalhava como Papai Noel no local negou o crime em entrevista ao G1 nesta quinta-feira (12). Ele disse ter uma doença nos testículos, o que teria levado uma mãe a denunciar que ele ficou "excitado" ao colocar a filha dela no colo.

    O homem afirmou que procurou a polícia para fazer uma denúncia por difamação contra a mulher, que publicou um relato nas redes sociais nesta quarta-feira (11). Ele declarou ainda que registrou, no Boletim de Ocorrência, ter um laudo médico que comprova sua condição.

    "É muito triste para um pai de família passar por uma situação dessa. Foi triste, viu, gente? Mas eu estou aqui de cabeça erguida para apresentar minha defesa diante de autoridades, diante da população de Belo Horizonte", disse o homem ao G1.

    No post, a mãe mostrou uma imagem de sua filha no colo do Papai Noel. Na legenda da imagem, ela afirmou que homem teria ficado "excitado quando a menina sentou em sua perna para tirar a foto". A mulher disse que ele teria resistido a tirar a criança do colo, o que o homem nega.

    A publicação, que chegou a alcançar mais de 2 mil compartilhamentos, foi posteriormente apagada.

    Ao saber do caso, uma segunda mulher registrou um boletim de ocorrência dizendo que a filha também sofreu assédio do mesmo Papai Noel. Ela contou que, na terça-feira (10), achou as atitudes do homem estranhas e que, ao analisar as fotos, teve a impressão de que havia "um grande volume do órgão genital".

    Ao G1, o homem declarou que tem hidrocele testicular. A doença, segundo ele, provoca um aumento anormal no testículo.

    O homem disse que está sendo orientado por advogado e que trabalha com recreação infantil há mais de 30 anos. Ele lamentou o post da mãe nas redes sociais, que chamou de “atitude drástica”. Disse ainda que pretende continuar trabalhando em outros projetos.

    “Um caso igual a esse não pode deixar esse espírito natalino que nós temos, que é uma das coisas que famílias esperam o ano inteiro ser afetada por uma simples postagem. Ou melhor, simples, não – uma postagem avassaladora”, afirmou.

    O Big Shopping informou que suspendeu o contrato com o Papai Noel, mas não divulgou por qual empresa os serviços eram prestados.

    Em nota, o estabelecimento lamentou o ocorrido e afirmou que as comemorações de Natal "prosseguem normalmente".

    Via, G1.

    Recentemente, foi registrado um caso parecido em Londrina- PR; Homem que trabalha como Papai Noel no Natal é preso por estupro, em Londrina.

    PM de Apucarana prende ladrões e recupera carga roubada

    PM de Apucarana prende ladrões e recupera carga roubada

    TNTV

    PM de Apucarana prende ladrões e recupera carga roubada

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!

    Deixe seu comentário sobre: "Papai Noel suspeito de assédio nega crime e diz ter doença nos testículos"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    Principais matérias