Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Pela 1ª vez, concurso de Miss Universo tem candidata assumidamente lésbica

.

Swe Zin Htet, candidata por Mianmar ao Miss Universo 2019, foi a primeira concorrente na história do concurso a assumir a homossexualidade. A declaração foi dada dias antes da final para a revista People. “Quando eu digo que sou lésbica, terei um grande impacto na comunidade LGBTQI+ no meu país”, disse.

Htet também desabafou sobre preconceito: “a dificuldade é que lá (Mianmar) as pessoas não são aceitas. Elas são alvo de preconceitos de outras e são discriminadas”.

Quem venceu o concurso de Miss Universo 2019 neste domingo, 8, foi a candidata pela África do Sul, Zozibini Tunzi. Swe Htet tem 21 anos e disse que a decisão de tornar pública a orientação sexual também é um divisor de águas em sua história. “É como se eu tivesse iniciando um novo capítulo da minha vida”, afirmou.

A candidata por Mianmar disse que descobriu seu interesse por mulheres ainda na adolescência, aproximadamente com 15 anos de idade. “No começo foi difícil, mas depois de um período eu soube que era lésbica e me aceitei assim”, relembrou.

Estadão Conteúdo

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber