Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Assembleia ganha nesta sexta a mobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheres

.

Os homens que entraram na Assembleia Legislativa do Paraná na manhã desta sexta-feira (6) foram recepcionados por assessores da deputada estadual Luciana Rafagnin (PT), que distribuíram laços brancos e material informativo sobre a mobilização do dia 6 de dezembro, o Dia do Laço Branco.  É que dentro do calendário internacional dos “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”, o dia 6 de dezembro marca o compromisso assumido pelos homens em favor do respeito, dos direitos das mulheres e pelo combate aos preconceitos, intolerâncias, misoginia e para acabar com essa violência de gênero.

A data faz alusão a um crime de ódio ocorrido em 1989 na cidade de Montreal, no Canadá, quando um jovem de 25 anos, armado, invadiu uma sala de aula da Escola Politécnica local e ordenou aos homens que se retirassem dali para, em seguida, abrir fogo contra as mulheres que frequentavam a faculdade. Morreram 14 mulheres e o criminoso, que suicidou-se logo após assassinar as estudantes. Em carta que deixou, o jovem disse que não suportava a ideia de ver mulheres estudando engenharia, um curso tradicionalmente masculino.

Além da abordagem aos homens no acesso à Assembleia Legislativa do Paraná, em Curitiba, a atividade do laço branco se repetirá no Calçadão Central de Francisco Beltrão, a partir das 17 horas. Assessores homens, que trabalham lotados no escritório regional da deputada, farão a entrega de laços brancos e a distribuição de materiais explicativos da campanha pelo fim da violência contra as mulheres às pessoas que circularem pela região central da cidade.

“A campanha dos 16 Dias de Ativismo, que no mundo todo começa no dia 25 de novembro, que é o Dia do Combate à Violência contra as Mulheres, se encerra em 10 de dezembro, que é o Dia Internacional dos Direitos Humanos. No Brasil, essa campanha tem 21 dias porque começa não no dia 25, mas no dia 20 de novembro, que é o Dia da Consciência Negra, para lembrar e denunciar a dupla violência sofrida pelas mulheres negras, agravada inclusive pelo preconceito racial”, disse a deputada Luciana.

O dia do laço branco foi instituído no país pela Lei Federal nº 11.489/2007 e no Paraná pela Lei Estadual 19.719/2018.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber