Tribuna do Norte Online
Saiba Agora
Últimas notícias
    Você está em

    Cotidiano

    84 presos de Londrina farão a segunda fase do vestibular

  • Foto por
    Escrito por Redação
    Publicado em 29/11/2019 Editado em 29/11/2019

    Direito, Educação Física, Administração, Serviço Social, Engenharia Civil e Nutrição são alguns dos cursos escolhidos por 84 presos em unidades do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen-PR) em Londrina, na região Norte, que farão a prova da segunda etapa do vestibular da UEL neste domingo e segunda-feira (01 e 02). Eles já foram aprovados na primeira fase do exame classificatório e se passarem agora poderão cursar o Ensino Superior na instituição.


    Em três cidades de Londrina, Penitenciária Estadual I e II (PEL I e II) e Centro de Reintegração Social (Creslon), cursam o Ensino Médio 272 presos. Além disso, no segundo semestre deste ano, entre julho e novembro, 30 detentos participaram de um curso preparatório promovido pela UEL, em parceria com a regional de Londrina do Departamento Penitenciário do Paraná e com o Conselho da Comunidade do município.


    “A reinserção dos presos ao mercado de trabalho depende de estudo e profissionalização e não há melhor forma de fazer isso senão através de um curso de Ensino Superior e da própria experiência laboral dentro das unidades”, destacou o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares.


    Ele afirmou que o Estado procura fornecer o suporte necessário para que os detentos busquem um caminho melhor do que o que os levou para dentro do sistema penitenciário.


    REGRAS - Os presos que tentam o vestibular da UEL fazem as provas no mesmo momento em que os não privados de liberdade. “A aplicação e os critérios para aprovação seguem as regras e determinações da UEL. Apenas o local é diferente, já que as provas são realizadas dentro das Unidades Penais com aplicadores da própria universidade”, afirmou o coordenador regional de Londrina, Reginaldo Peixoto.


    No total, 191 detentos se inscreveram para fazer a prova. Uma vez aprovados, os presos poderão cursar o Ensino Superior com tornozeleira eletrônica.Dos 84 aprovados na primeira fase, 52 são da PEL II, outros 20 são da PEL I, e 11 da Creslon. Uma está custodiada no 3º Distrito Policial.


    Os cursos escolhidos pelos presos foram: Administração; Agronomia; Ciências Biológicas; Ciências Contábeis; Ciências Sociais; Direito; Educação Física; Enfermagem; Engenharia Civil; Física; Fisioterapia; Geografia; História; Letras; Matemática; Nutrição; Pedagogia; Psicologia; Química; Serviço Social e Zootecnia.


    “Além do vestibular da UEL nas Unidades de Londrina, as pessoas em privação de liberdade dos outros estabelecimentos prisionais do Estado tem a possibilidade de fazer o Curso Superior por meio do Enem-PPL.


    60 PRESOS - Contamos com 60 presos cursando a Educação Superior, conforme estatística do mês de outubro, e destes, 25 cursam a distância nos estabelecimentos prisionais que possuem Espaço Cidadão", destacou a coordenadora do Setor de Educação, Janaína Luz. O Espaço Cidadão, que é local onde se concentram os equipamentos de informática, é gerido pela Superintendência Geral de Inovação e está presente em 308 municípios do Paraná. 

    Quadro de artista participou de exposição em Dubai

    Quadro de artista participou de exposição em Dubai

    TNTV

    Quadro de artista participou de exposição em Dubai

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!

    Deixe seu comentário sobre: "84 presos de Londrina farão a segunda fase do vestibular"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    Principais matérias