Soldado Fruet propõe ampliação do PROERD com PMs da reserva - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Cotidiano

Soldado Fruet propõe ampliação do PROERD com PMs da reserva

Foto por
Escrito por Assembleia Legislativa do Estado do Paraná
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O deputado estadual Soldado Fruet (PROS) protocolou nesta segunda-feira (25) na Assembleia Legislativa do Paraná um expediente dirigido ao secretário de Estado da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, solicitando a implantação do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD) nos 399 municípios do Paraná. Para viabilizar a proposta, o Soldado Fruet sugere a participação de policiais militares da reserva remunerada, nos moldes do Programa Escola Segura.

“Em virtude do aumento do consumo de drogas entre crianças e adolescentes em idade escolar, torna-se necessário um trabalho efetivo e contínuo de prevenção”, defende o deputado. O PROERD consiste em um programa de caráter social e preventivo, desenvolvido nas escolas, através do esforço cooperativo entre a Polícia Militar, a escola e a família. Tem como objetivo capacitar jovens estudantes de informações e habilidades necessárias para viver de maneira saudável, sem drogas e violência.

Em 19 anos de existência, cerca de 1,6 milhão de estudantes de escolas públicas e particulares de 202 municípios paranaenses passaram pela formação. “Gostaríamos muito que o programa fosse estendido para todo o Estado, mas recentemente, ao pleitearmos a implantação do PROERD no município de Itaipulândia, a SESP nos respondeu que não seria possível atender a demanda devido à grande defasagem de efetivo da Polícia Militar”, aponta o Soldado Fruet, integrante das Comissões de Segurança Pública e de Defesa dos Direitos da Juventude da Assembleia.

Para contornar este empecilho, ele sugeriu que fosse permitida a adesão de policiais militares da reserva remunerada. A lei 20.011, recentemente sancionada pelo governador, alterou os critérios para enquadramento de veteranos no Corpo de Militares Estaduais Inativos Voluntários (CMEIV). Com menos exigências do que a legislação anterior, a expectativa é ampliar o número de voluntários no Escola Segura, que já está presente em 77 unidades e com previsão de ser implantado em mais 150 em 2020. “Da mesma forma, estou propondo que os PMs da reserva possam participar do PROERD”, explica o Soldado Fruet.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Soldado Fruet propõe ampliação do PROERD com PMs da reserva"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.