Mais lidas
Ver todos

    Cotidiano

    Paraná promove 3º leilão de veículos apreendidos

    Foto por
    Escrito por Agência de notícias do Paraná
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    A Secretaria de Estado da Segurança Pública vai promover nesta quinta-feira (28), às 14 horas, no auditório da Polícia Federal em Foz do Iguaçu, o terceiro leilão de veículos apreendidos em processos judiciais envolvendo tráfico de drogas. Serão leiloados 66 veículos, e o evento poderá ser acompanhado em tempo real pela internet (www.marangonileiloes.com.br/senad).

    Até o momento 226 pessoas se inscreveram no site do leilão e, destas, 143 já deram lances. Parte dos recursos arrecadados serão destinados ao combate ao narcotráfico.

    Com a iniciativa, os recursos poderão ser destinados ao Estado de forma mais rápida, podendo ser aplicados em políticas públicas de enfrentamento ao tráfico e consumo de entorpecentes, além da prevenção do uso de drogas ou no tratamento de dependentes químicos.

    A estimativa de arrecadação com o próximo leilão é de aproximadamente R$ 700 mil, considerando os lances iniciais de cada veículo. De acordo com a lei, parte do dinheiro fica nos cofres públicos até o final do processo judicial. Caso seja comprovado que o veículo não serviu de instrumento para o crime, o recurso é devolvido ao dono. Se for considerado patrimônio público, o valor será devolvido aos cofres públicos.

    LEILÕES - De acordo com a Medida Provisória nº 885, de 17 de junho de 2019, que altera a Lei nº 7.560, de 19 de dezembro de 1986, serão disponibilizados para as polícias estaduais e distritais recursos provenientes da alienação dos respectivos bens, a título de transferência voluntária.

    A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, está à frente de todo o processo, que tem como objetivo destinar mais recursos para o combate ao tráfico de drogas.

    O Fundo Nacional Antidrogas (Funad) custeia a repressão policial e a compra de equipamentos, além de investir em políticas de prevenção e atendimento de dependentes químicos.

    Até o momento o Paraná já promoveu dois leilões neste ano, arrecadando aproximadamente R$ 734 mil. No primeiro foram leiloados 18 veículos, que resultou em um lucro de R$ 247 mil para os cofres públicos, e no segundo foram leiloados 28 veículos, avaliados em R$ 487,4 mil.

    A Secretaria de Estado da Segurança Pública vai promover nesta quinta-feira (28), às 14 horas, no auditório da Polícia Federal em Foz do Iguaçu, o terceiro leilão de veículos apreendidos em processos judiciais envolvendo tráfico de drogas. Serão leiloados 66 veículos, e o evento poderá ser acompanhado em tempo real pela internet (www.marangonileiloes.com.br/senad).

    Até o momento 226 pessoas se inscreveram no site do leilão e, destas, 143 já deram lances. Parte dos recursos arrecadados serão destinados ao combate ao narcotráfico.

    Com a iniciativa, os recursos poderão ser destinados ao Estado de forma mais rápida, podendo ser aplicados em políticas públicas de enfrentamento ao tráfico e consumo de entorpecentes, além da prevenção do uso de drogas ou no tratamento de dependentes químicos.

    A estimativa de arrecadação com o próximo leilão é de aproximadamente R$ 700 mil, considerando os lances iniciais de cada veículo. De acordo com a lei, parte do dinheiro fica nos cofres públicos até o final do processo judicial. Caso seja comprovado que o veículo não serviu de instrumento para o crime, o recurso é devolvido ao dono. Se for considerado patrimônio público, o valor será devolvido aos cofres públicos.

    LEILÕES - De acordo com a Medida Provisória nº 885, de 17 de junho de 2019, que altera a Lei nº 7.560, de 19 de dezembro de 1986, serão disponibilizados para as polícias estaduais e distritais recursos provenientes da alienação dos respectivos bens, a título de transferência voluntária.

    A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, está à frente de todo o processo, que tem como objetivo destinar mais recursos para o combate ao tráfico de drogas.

    O Fundo Nacional Antidrogas (Funad) custeia a repressão policial e a compra de equipamentos, além de investir em políticas de prevenção e atendimento de dependentes químicos.

    Até o momento o Paraná já promoveu dois leilões neste ano, arrecadando aproximadamente R$ 734 mil. No primeiro foram leiloados 18 veículos, que resultou em um lucro de R$ 247 mil para os cofres públicos, e no segundo foram leiloados 28 veículos, avaliados em R$ 487,4 mil.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Jornal da Tribuna 2ª Edição - 07/07/20

    Deixe seu comentário sobre: "Paraná promove 3º leilão de veículos apreendidos"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.