Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Athletico domina do início ao fim, vence o Botafogo e se consolida no G6

.

(Geraldo Bubniak/AGB)
(Geraldo Bubniak/AGB)

O Athletico segue firme e forte no objetivo de terminar o Brasileirão na melhor colocação possível. Superior do início ao fim, o time se consolidou no G6, ao vencer o Botafogo por 1 a 0, na noite deste domingo (17), na Arena da Baixada, em duelo válido pela 33ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O gol da vitória rubro-negra foi marcado pelo atacante Thonny Anderson.

O resultado levou o Furacão para a quinta colocação na tabela, com 53 pontos, ultrapassando o São Paulo. Agora, o próximo desafio do Rubro-Negro será no domingo (24), às 16h, diante do Atlético-MG, no Mineirão, em Belo Horizonte.

O jogo

O Athletico entrou em campo com uma formação diferente, com Thonny Anderson no ataque e Nikão deslocado para o setor de armação, e encontrou um adversário que justificou a sua posição incômoda no Brasileirão com atuação sem brilho. Diante da proposta de não sofrer, o Botafogo se defendeu das investidas dos mandantes e pouco ameaçou o goleiro Léo, que substituiu o titular Santos, convocado pela seleção brasileira.

Em sua característica de preservar a intensidade e manter a posse, o Furacão teve repertório para ameaçar o Alvinegro. Aos dois minutos, Nikão arriscou chute forte e Cavalieri defendeu. A equipe de Eduardo Barros também tentou na bola parada, com Khellven, mas o goleiro botafoguense salvou mais uma. A melhor chance saiu em pênalti marcado pelo árbitro após consulta ao vídeo, aos 22, mas Marcelo Cirino bateu para fora.

O Botafogo finalizou com perigo apenas uma vez, já na reta final do primeiro tempo. Aos 44, Cícero desviou de cabeça após cobrança de falta e a bola passou perto da trave.

O Athletico seguiu controlando e sendo superior no segundo tempo. Mas ainda faltava a cereja do bolo. Nikão teve ótima oportunidade, aos cinco minutos, sem goleiro, mas mandou por cima. Pouco depois, foi a vez de Camacho soltar a bomba da entrada da área e mandar muito perto do ângulo direito.

O primeiro gol finalmente saiu aos 13 minutos, com Rony entortando o marcador e servindo Thonny Anderson, que teve apenas o trabalho de bater sem muita força e surpreender Diego Cavalieri, que até chegou a tocar na bola, mas não evitou que o mérito da insistência rubro-negra prevalecesse.

Estar atrás no placar até fez com que o Botafogo buscasse se abrir e rondar mais a área. Mas apenas um chute forte de Cícero exigiu esforço de Léo. Melhor para o Furacão, que teve um caminho aberto para uma vitória tranquila, que só não foi maior porque o árbitro anulou o segundo gol, marcado por Thiago Heleno, aos 22, após consultar o vídeo. O Botafogo teve a chance de empatar aos 49, com Diego Souza, mas o camisa 7 acertou as redes pelo lado de fora e não evitou a derrota.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber