Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Saúde garante mais de R$ 500 mil para consórcio de saúde de Guarapuava

.

O governo vai garantir mais de R$ 500 mil para o Consórcio Intermunicipal de Saúde da 5ª Regional (CIS). O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, esteve nesta segunda-feira (11) em Guarapuava para oficializar a nova participação em recursos, agora não mais como integrante do consórcio.

A reunião com prefeitos da região aconteceu no Centro de Especialidades do Paraná, e a nova configuração vai permitir que 20 municípios possam, de forma conjugada, oferecer ainda mais atendimento de saúde para a população.

“Foi uma reunião importante, porque também pudemos formalizar o novo modelo de participação. Vamos colocar mais de R$ 500 mil aqui no consórcio, ampliando atendimentos e fazendo efetivamente rodar a estrutura do Centro de Especialidades, que é uma obra do Estado. Acredito que temos uma pactuação capaz de, neste primeiro momento, ampliar a oferta de serviços de saúde”, disse o secretário.

Para o presidente do CIS, e também prefeito de Guarapuava, César Silvestri Filho, com a participação do Estado no aporte financeiro será possível aumentar o número de consultas principalmente pela capacidade de gerenciamento financeiro de maneira compartilhada, o que assegura mais procedimentos para a população.

“Houve sensibilidade do Estado e conseguimos chegar num modelo que pode atender a demanda de todos os municípios e também garantir alívio financeiro. Tenho certeza que vamos aumentar o número de procedimentos e faremos o melhor consórcio do Paraná”.


O prefeito de Laranjeiras do Sul, Berto Silva, ressaltou o interesse do governo que achar uma solução para o impasse. “Vivíamos aqui uma condição de incerteza. Agora, com a sensibilidade do secretário Beto Preto, e do governador Ratinho, conseguimos chegar num entendimento. Isso será traduzido em melhores serviços. Temos que agradecer”.

Um dos novos pleitos por parte do consórcio será uma base de atendimento aérea para o transporte de pacientes. O secretário estadual de Saúde informou que a partir da formalização do consórcio é possível avaliar a viabilidade de implantação. “Estamos olhando a saúde pela lógica da regionalização. Este é o nosso ponto de ação, inclusive por determinação do governador. Tudo aquilo que foi possível, dentro da legalidade e da nossa capacidade orçamentária e financeira, vamos fazer para ofertar um atendimento de saúde mais perto da casa das pessoas”.

O diálogo com os prefeitos foi elogiado pela vice-prefeita de Cantagalo, Neuza Grein Ruginski. Ela parabenizou a posição do Estado em conhecer de perto a realidade dos municípios. “Muito importante a vinda do secretário, porque é somente assim para conhecer a realidade, nossos problemas, demandas e auxiliar nas soluções. Somente assim é possível entender o que cada município passa”.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber