Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Novembro Vermelho, mês de prevenção e conscientização ao combate do câncer de boca

.

Prevenção e combate ao câncer de boca é a meta da campanha Novembro Vermelho, que acontece durante todo este mês no Paraná. Instituída através da Lei nº 19.868/2019, por proposição de projeto de lei do presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), deputado Ademar Traiano (PSDB), a campanha visa conscientizar a população sobre a importância de prevenir e combater precocemente o câncer de boca, enfatizando a sua gravidade, a necessidade de cuidados e o diagnóstico precoce; estabelecer diretrizes para o desenvolvimento de ações integradas envolvendo a população, órgãos públicos e empresas privadas; e também detectar precocemente lesões malignas na cavidade oral e nos lábios, além de encaminhar o paciente para um tratamento adequado.

A ideia da lei surgiu de uma conversa do presidente do Poder Legislativo com a nora, Ana Paula Prestes Virmond Traiano. Dentista, Ana Paula descobriu que era portadora de um câncer há dois anos. Como sempre fazia exames preventivos, conseguiu descobrir o tumor no início, tratou e está completamente curada. “Confiante na prevenção contra o câncer que levei ao meu sogro a proposta de um projeto de lei especial sugerindo um mês dedicado a chamar a atenção dos paranaenses para os riscos desse tipo de câncer, que é de responsabilidade do cirurgião dentista diagnosticar’’, comentou. Traiano aceitou bem a sugestão, uma vez que ele também já viveu na pele uma experiência muito dolorosa com o câncer. Perdeu a mulher, Edil, para o câncer quando ela era ainda muito jovem.

Incidência - Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostram que o câncer é a segunda maior causa de mortes no Brasil. E, dentre as neoplasias malignas com maior incidência está o câncer de boca, que afeta lábios, língua e mucosas da cavidade oral, podendo atingir ossos, músculos e outros tecidos da região.

Além disso, dados do Inca revelam que, a cada ano, mais de 15 mil novos casos de câncer de boca são registrados no Brasil e cerca de mil no Paraná. O maior risco está entre homens com mais de 40 anos, fumantes ou que consomem bebidas alcoólicas em excesso. Mas a exposição ao sol sem proteção e o aumento do número de casos tendo como causa a infecção pelo papilomavírus (HPV) também são fatores de risco.

Mas, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2025 a prevenção pode ajudar a reduzir a incidência de câncer em cerca de 25%. E hábitos simples e saudáveis como boa higiene bucal, não consumir ou reduzir o consumo de bebidas alcoólicas e não fumar podem ajudar a reduzir a incidência da doença.

Prevenção - Há 30 anos, eram iniciados, os primeiros projetos de prevenção ao câncer bucal no Estado do Paraná, mas o que ainda chama muito a atenção dos profissionais desta área é que a população está mais informada sobre a prevenção. Especialistas afirmam que é preocupante o número de pessoas que desconhecem a doença.“Fazer um autoexame preventivo todo mês pode ajudar. Na frente do espelho, com o auxílio de uma colher limpa, analise os lábios, a parte interna das bochechas, o céu da boca, a língua e as gengivas. Verifique se há manchas ou caroços que não cicatrizam em até 15 dias. Se qualquer sintoma desses for constatado, o paciente deve buscar atendimento imediatamente, seja na unidade ou com o dentista de sua confiança”, orientou o cirurgião bucomaxilofacial, mestre e doutor em Estomatologia do Hospital Erasto Gaertner, Fernando Luiz Zanferrari, que recentemente fez palestra sobre os desafios do câncer bucal, durante a Semana Estadual da Saúde Bucal, instituída pela lei 18.870/2016, de autoria do deputado estadual Nelson Luersen (PDT), na Alep. 

De acordo com o cirurgião, as pessoas devem ficar atentas aos seguintes sinais e sintomas: lesões na cavidade oral ou nos lábios que não cicatrizam por mais de 15 dias; manchas ou placas vermelhas ou esbranquiçadas na língua, gengivas, palato (céu da boca) e mucosa jugal (bochecha); nódulos (caroços) no pescoço e rouquidão persistente. “Visite regularmente seu dentista e faça o autoexame e se perceber qualquer um destes sintomas procure um especialista. Quanto antes o câncer for diagnosticado, maiores as chances de cura”, afirmou Zanferrari.

Lei nacional - A Semana Nacional de Prevenção do Câncer Bucal no Brasil acontece de 05 a 09 de novembro e está prevista na lei nº 13.230/2015. O objetivo da data é estimular junto aos gestores e à população, ações preventivas, campanhas educativas, debater políticas públicas, apoiar atividades organizadas e desenvolvidas pela sociedade civil, entre outros. Durante toda esta semana, o Ministério da Saúde irá realizar ações de comunicação, nas redes sociais, tv e rádio, para informar o que é a doença, como preveni-la, e orientar sobre onde e quais os serviços de saúde bucal estão disponíveis à população no Sistema Único de Saúde (SUS).

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber