Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Parceria entre Segurança e Copel facilitará mapeamento de crimes

.

Um termo de cooperação entre a Secretaria da Segurança Pública do Paraná e a Copel permitirá um avanço no rastreamento de ocorrências criminais no Estado. O documento foi assinado pelo secretário da pasta, Romulo Marinho Soares, e pelo diretor da empresa de energia paranaense, Maximiliano Orfali, após uma demonstração do sistema de georreferenciamento, em Curitiba.

O acordo possibilita mapear as ocorrências policiais e, a partir daí, reforçar o planejamento de ações de combate e estratégias de prevenção. “É mais um passo que damos no quesito integração. Temos quatro pilares importantes que são planejamento estratégico, integração, as boas práticas e a inteligência. Vamos cruzar informações de georreferenciamento da companhia com os dados estatísticos da nossa secretaria”, disse o secretário.

Para Orfali é gratificante que a companhia possa estar inserida nesta fase da segurança pública do Estado. “Para nós é uma grande satisfação participar desse momento, de forma que poderemos auxiliar a polícia e a secretaria da segurança cedendo nossa base de dados”. Ele acrescentou que a empresa tem uma forte atuação social e que essa parceria reforça esse papel da Copel.

NA PRÁTICA - O coordenador de análise e planejamento estratégico (Cape), Cláudio Todisco, explicou como a integração será operacionalizada pelos profissionais da segurança. “Permitirá toda a geocodificação das ocorrências criminais e a atualização de mapas. Com isso, os policiais que fazem a gestão da segurança e a investigação ficam sabendo das ocorrências e podem atuar em cima delas e dos pontos mais sensíveis”.

Todisco explicou que, além de trabalhoso, o mapeamento cartográfico é algo que custa caro aos cofres públicos. A Copel faz atualizações de mapas de modo sistemático ao instalar e ligar postes de luz em novas ruas e moradias, o que forma uma base de dados confiável e dinâmica.

Denominado Cape Geo, o sistema é capaz de verificar a concentração de crimes, de acordo com sua natureza, em um raio de 400 metros nas zonas urbanas e de dois quilômetros em zonas rurais, pontuando os locais com mais ocorrências e a área de influência delas. Assim, os dados contribuem para dinamizar operações policiais e dar um retrato mais fiel do que os profissionais da segurança enfrentarão naquela localidade.

CONSCIENTIZAÇÃO
A Secretaria da Segurança Pública e a Copel também firmaram parceria voltada à campanha do Disque Denúncia 181 por meio de cartazes fixados nas subestações da empresa e da divulgação do número na fatura de energia. “Nosso Disque Denúncia já é um canal consolidado e que tem ajudado a melhorar os índices de criminalidade no Estado. Com o apoio da Copel queremos difundir ainda mais essa marca e reforçar os trabalhos contra furtos de fiação e ligações irregulares, que também poder ser denunciados pelo 181”, explicou o secretário Marinho.

PRESENÇAS – Também estava presentes na assinatura do termo o diretor-geral da secretaria estadual, Pedro Luiz Humphreys Stonoga; os operadores do sistema Cape Geo, o sargento Ayrton Alves de Oliveira e o soldado Reginaldo Santa Rosa, os superintendentes da Copel, Andrea Cristina Brotto Bertolin, Diego Augusto Correa e Hemerson Luiz Barbosa Pedroso.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber