Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Estado retoma 83% das obras paralisadas em outras gestões

.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Governo do Paraná retomou 83% das obras de grande porte, com valores acima de R$ 1,5 milhão, que haviam sido paralisadas em gestões anteriores. A previsão é que até meados de 2020 a maioria esteja concluída ou em processo de execução.

Um grupo de trabalho criado no início de junho e liderado pela Casa Civil acompanha as 43 obras pendentes de conclusão que foram listadas em relatório encaminhado no início do ano ao Tribunal de Contas do Estado. Cálculos atualizados estimam o custo desses projetos em R$ 366 milhões. Desse total, R$ 100 milhões já foram desembolsados.

COPA DO MUNDO - As obras mais emblemáticas – e com valores mais expressivos - são o Corredor Aeroporto-Rodoferroviária e o Corredor da Marechal Floriano Peixoto, ambos em São José dos Pinhais, que deveriam ter sido entregues para a Copa do Mundo do Brasil, em 2014. Juntas, elas somam R$ 71,8 milhões.

Segundo o chefe da Casa Civil, Guto Silva, embora tenham começado em 2012, estavam paralisadas até este ano, quando foram submetidas a perícia e análise técnica e financeira para avaliação e readequação dos projetos. “Ainda este mês vamos retomar a obra do Corredor da Marechal Floriano Peixoto e a previsão é que ela esteja concluída em junho de 2020” afirma.

Já o projeto do Corredor Aeroporto-Rodoferroviária aguarda a conclusão do relatório técnico, que deverá sugerir revisões. As mudanças propostas terão de ser renegociadas com o consórcio executor. “Nossa expectativa é superar esses problemas e reiniciar o corredor na Avenida das Torres até o fim deste ano”, adianta.

EM ANDAMENTO – Das 43 obras que vêm sendo monitoradas pelo grupo de trabalho, 13 são de responsabilidade da Cohapar, 14 da Fundepar e as restantes são das secretarias de Infraestrutura e Logística; Segurança Pública; Justiça, Família e Trabalho; além de Comec, Sanepar, Copel, Unicentro, Unioeste e UEPG.

Todas as obras de habitação já foram retomadas administrativamente, com a elaboração dos projetos de implantação. A construção das unidades começa em dezembro deste ano, com previsão de entrega em setembro de 2020. O mesmo acontece com as 14 obras da Fundepar. Uma delas, a ampliação de um Centro de Educação Profissionalizante, em Curitiba, já está finalizada e as restantes serão retomadas este ano e concluídas até o final do próximo.

Também já estão em andamento as obras de implantação de linha de transmissão da Copel em Almirante Tamandaré e Rio Branco do Sul; a construção do Centro Multiusuário de Pesquisa Avançada da Universidade Estadual de Ponta Grossa; a Sede do Corpo de Bombeiros de Ivaiporã; a pavimentação asfáltica de Irati e o serviço de recuperação estrutural da Sanepar em Curitiba.

O Laboratório de Integração Tecnológica da UEPG está em fase de licitação e o parque urbano de Piraquara que, além das obras da Copa também é de responsabilidade da Comec, passou por adequação de projeto e deve ser retomado no primeiro semestre de 2020.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber