Saiba mais
Ver todos
    Você está em

    Cotidiano

    Neymar tem 36 imóveis bloqueados pela Justiça por sonegação

  • Foto por
    Escrito por da redação
    Publicado em 17/06/2019 Editado em 17/06/2019

    O atacante Neymar teve 36 imóveis bloqueados em seu nome, de sua família, ou de suas empresas devido ao um processo de sonegação fiscal, que cobra do atleta 69 milhões de reais. O bloqueio impede que esses bens sejam vendidos, mas não utilizados. 

    De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, entre os imóveis estão duas mansões no Condomínio Jardim Acapulco, no Guarujá, próximo à cidade de Santos, que são anexas e somam 3 000 m² de área. As mansões foram adquiridas em 2011 pela família do jogador por 7 milhões de reais, e hoje já estão avaliadas em 14 milhões de euros.

    Também há outros imóveis bloqueados em São Paulo, Santos, Praia Grande, São Vicente e em Itapema, no litoral de Santa Catarina. A cobrança refere-se à sonegação dos impostos não pagos na transferência do atleta em 2013, do Santos para o Barcelona. O clube catalão pagou 40 milhões de euros a uma empresa do pai de Neymar entre 2011 e 2013. A irregularidade fiscal estaria na diferença de alíquotas do Imposto de Renda Pessoa Física e de Pessoa Jurídica. Enquanto empresas pagam 17% de tributos sobre seus rendimentos, o que aconteceu no caso de Neymar, a pessoa física deve pagar 27,5% de imposto.

    (Com informações da Veja)

    AO VIVO: LIVE SOLIDÁRIA COM O CANTOR RODRIGO OLIVEIRA

    AO VIVO: LIVE SOLIDÁRIA COM O CANTOR RODRIGO OLIVEIRA

    TNTV

    AO VIVO: LIVE SOLIDÁRIA COM O CANTOR RODRIGO OLIVEIRA

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!

    Deixe seu comentário sobre: "Neymar tem 36 imóveis bloqueados pela Justiça por sonegação"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    Principais matérias