Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Moro fala em entrevista sobre divulgação de mensagens

.

Em entrevista publicada nesta sexta-feira (14) pelo jornal O Estado de S. Paulo, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou que o objetivo da divulgação de mensagens atribuídas a ele e a integrantes da Lava Jato é tirar o ex-presidente Lula da cadeia.

Moro ainda falou que não reconhece os diálogos com integrantes da Lava Jato atribuídos a ele por reportagens do site The Intercept Brasil. E
argumentou que podem ter ocorrido "inserções maliciosas" em trechos
de conversas que ele realmente manteve com outras pessoas.

O ministro também disse acreditar que outra intenção da divulgação das mensagens seria atingir as instituições brasileiras. Desafiou o Intercept a entregar para as autoridades, como o Supremo Tribunal Federal
(STF), todo o conteúdo de mensagens. E disse que conta com o apoio do
presidente Jair Bolsonaro.

"Me parece muito claro que existe um viés político-partidário na divulgação dessas mensagens. Uma, motivação da divulgação, passa pela soltura de um condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, que é o ex-presidente Lula, é uma pena" disse Moro.

Na quinta-feira (13), a defesa do petista anexou as supostas conversas no pedido ao STF para libertar Lula com base na argumentação de que
Moro foi parcial no julgamento do tríplex.

Moro também questionou a credibilidade do Intercept: "Se vamos tolerar esse tipo de comportamento, hackers criminosos que conseguem
abrigo em veículos não sei se da imprensa, se a gente pode falar dessa forma, para divulgar isso, então quer dizer se amanhã invadirem os telefones de jornais, de empresas, dos ministros do Supremo, de presidente do Senado, de presidente da Câmara, vão aceitar que isso seja divulgado por esse mesmo veículo?

Moro disse que é normal que um juiz converse com as partes envolvidas em processos, inclusive por aplicativo de mensagens. "Eu fico numa situação delicada porque eu não posso reconhecer a autenticidade dessas mensagens. E eu não excluo a possibilidade de serem inseridos trechos modificados, porque eles não se dignaram nem sequer a apresentar o material a autoridades independentes para verificação”

Moro afirmou na entrevista que Bolsonaro está ao seu lado: "desde o início o presidente me apoiou. O presidente reconhece e já deu demonstrações públicas nesse sentido de que não se vislumbra uma anormalidade
que se coloque em xeque a minha honestidade".

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber