Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Caminhoneiros confirmam nova greve se governo mantiver posição 

.

Presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, confirma nova greve se governo mantiver posição (Divulgação)
Presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, confirma nova greve se governo mantiver posição (Divulgação)

Os constantes aumentos nos preços dos combustíveis, fizeram com que transportadores e caminhoneiros repensassem uma nova greve. Em audiência na Comissão de Viação e Transportes ontem (8), o presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, confirmou que a categoria entrará em greve, caso Jair Bolsonaro não interfira na Petrobras e reveja a política de reajuste do diesel.

A Petrobras decidiu recentemente pela revisão do preço do diesel a cada 15 dias, uma periodicidade considerada curta pelos caminhoneiros autônomos, já que até então os valores eram reajustados em intervalos menores, às vezes diariamente. Um dos pedidos dos profissionais é para que essa revisão ocorra pelo menos a cada três meses, por exemplo, para que motoristas não sejam surpreendidos no meio de uma viagem com o aumento no valor do combustível.

Hoje, o preço médio do diesel nas refinarias é de aproximadamente R$ 2,3 (litro). Em menos de 2 anos, o combustível apresentou aumento de quase 70%.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber