Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Beto Preto ressalta importância de integrar diretoria do Conass

.

O secretário estadual de Saúde e ex-prefeito de Apucarana, Beto Preto, destacou ser um privilégio para ele e um prestígio importante para todo o estado a nomeação dele para diretoria do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass). A posse da nova diretoria para o biênio 2019-2020 aconteceu nesta semana, em Brasília.

Segundo Beto, este é um posto muito importante. “O Conass discute políticas públicas que devem ser aplicadas em todas as Unidades da Federação. As discussões balizam todas as ações implementadas pelos estados. Com isso, temos a oportunidade de sermos agentes ativos, colocando nossas ideias e contribuindo com a Saúde de todo o Brasil”, destacou.Beto Preto será o responsável pela vice-presidência da região Sul do país. “Tive o apoio dos estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, que formam a região juntamente com o Paraná, o que deu um importante suporte para a nossa chapa. Assumir este posto é um grande privilégio”, conta.A experiência de Beto Preto em conselhos da mesma natureza contou pontos para que ele recebesse o apoio de outros estados. “Participei de diversos conselhos e inclusive fui vice-presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). Por isso, me sinto preparado para este desafio, que irá ser bastante árduo, mas que também é muito gratificante”, afirmou.Com a posse, o presidente do Conass passa a ser o secretário de Estado da Saúde do Pará, Alberto Beltrame. Ao assumir a presidência, o secretário agradeceu a missão a ele confiada e disse ter consciência de que a cordialidade, a democracia e a construção de consensos são a essência do Conass. “Sigo um trabalhador do SUS como sempre fui, ciente da importância da gestão tripartite, da parceria permanente com o Ministério da Saúde, com o Conasems e com o Conselho Nacional de Saúde (CNS)”.

O presidente do Conass citou ainda que sua gestão será pautada pela agenda de prioridades definida pelo Conselho e apresentada em 2018 aos então candidatos à presidência da república. Além dessas questões destacou também a necessidade de um novo pacto federativo e reforma tributária, a descriminalização dos gestores do SUS e a organização da Atenção Primária à Saúde. “Reafirmo meus compromissos pessoais e institucionais pela defesa incondicional dos avanços, das conquistas e dos princípios constitucionais do SUS”, concluiu.Ainda fazem parte da nova diretoria os secretários estaduais de Saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende (vice-presidente para o Centro-Oeste); do Maranhão, Carlos Eduardo Lula (Nordeste); de Rondônia, Fernando Máximo (Norte); e do Espírito Santo, Nésio Fernandes (Sudeste). O conselho se reúne mensalmente.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber