Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Justiça nega pedido do Ministério Público para transferência de Richa para PF ou Complexo Médico-Penal 

.

O juíz da 23ª Vara Federal de Curitiba, Paulo Sérgio Ribeiro, negou o pedido de transferência para que ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), seja transferido para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba ou para o Complexo Médico-Penal. O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal

O juiz justificou que não compete a ele deliberar sobre a alocação de presos e que isso recai sobre as autoridades responsáveis pela carceragem, observando os critérios de segurança e de acordo com a disponibilidade de vagas no sistema prisional.

O ex-governador foi preso na última sexta-feira (25). A prisão preventiva foi decretada pelo juiz Paulo Sérgio Ribeiro, através de pedido feito pelo Ministério Público Federal (MPF) em um desdobramento da Operação Integração – que foi uma fase da Lava Jato, que investigou a concessão de rodovias no Paraná.

São apurados pagamentos de propinas para agentes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) do Paraná e da Casa Civil do governo do Estado do Paraná.

Também é alvo da investigação e teve prisão preventiva decretada, Dirceu Pupo Ferreria, contador da ex-primeira dama Fernanda Richa.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber