Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Fotógrafo convida mulheres para ensaio sobre vaginas e causa polêmica 

.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O fotógrafo Kazuo Okubo, 59 anos, de Brasília, lançou um novo projeto que vem causando polêmica no Facebook. Ele postou um convite em sua página pessoal para o projeto "O inventário", chamando mulheres (incluindo as cisgênero e as que passaram por cirurgia para redesignar o sexo) maiores de 18 anos, legalmente capazes, a participar de um ensaio fotográfico de nu artístico em que serão registradas as imagens das vaginas de forma anônima.

De acordo com ele, as fotos farão parte de uma mostra fotográfica em um centro cultural de Brasília. Contudo, muitas pessoas não gostaram da ideia e começaram a criticar Okubo nos comentários. Confira o post abaixo.


"Além de comercializar os corpos femininos, ainda espera que elas te agradeçam e façam de graça? Que arte é essa que vem da exploração?", escreveu uma internauta. 

"Todo dia um homem quer expor o corpo de uma mulher com finalidade comercial, né? Brother, não tem macho suficiente pra fazer oficina de como descentralizar o pênis do mundo?", comentou outra. 

"Queria ver mais fotógrafos fazendo projetos que não envolvessem mulher nua ou “salvar mulheres de um relacionamento ruim com o corpo”. Esse cara é só mais um de tantos. Mulheres, cuidado com esse tipo de proposta", escreveu uma internauta. 

Em meio às críticas, também havia internautas que defenderam o fotógrafo. 

"Que preguiça de vocês achando que estão militando, vai quem quiser, vai quem se sentir a vontade, se não quiser mostrar pro fotográfo é só não ir, povo sem noção!", escreveu um internauta. 

Apesar das críticas, para Kazuo Okubo, o momento é ideal para se falar de um tema que é cercado de tabus e preconceitos. "Existe uma beleza nas formas das vaginas de todas as mulheres que quando são retratadas, seja na pintura, na gravura ou na fotografia, podem surgir como imagens tanto realistas como idealizadas e líricas. Neste ensaio busco reconhecer a naturalidade, o início do mundo como o fez Gustave Courbet, no século XIX. Para além dessas idealizações ou usurpações do feminino, busco entender o que é a mulher, seu corpo, sua vontade, suas decisões", afirmou o fotógrafo em entrevista ao jornal Correio Braziliense.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber