Cotidiano

Médium João de Deus, acusado de abusos sexuais, se entrega à polícia

Da Redação ·
Força-tarefa apura denúncias contra João de Deus em seis países - foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Força-tarefa apura denúncias contra João de Deus em seis países - foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O médium João de Deus se entregou à polícia neste domingo (16), às 16h20, em uma estrada de terra em Abadiânia, na região central de Goiás. João de Deus é suspeito de abusos sexuais durante tratamentos espirituais e sua prisão foi determinada pela Justiça na tarde de sexta (14), a pedido do Ministério Público (MP-GO) e da Polícia Civil de Goiás.

continua após publicidade

João de Deus se entregou ao delegado titular da Deic, Valdemir Pereira, e ao delegado geral da Polícia Civil de Goiás, André Fernandes. Segundo a delegada Marcela Orçai, o médium estava acompanhado de advogados e não foi necessário o uso de algemas.

Investigadores chegaram a cogitar que o médium já teria deixado o estado e poderia estar se preparando para fugir.

continua após publicidade

Sua última aparição pública do médium foi na última quarta-feira, em Abadiânia, onde visitou a Casa Dom Inácio de Loyola, o seu centro mediúnico, por apenas oito minutos. Na ocasião, ele afirmou que era inocente.

Tags relacionadas: #abusos sexuais