Tribuna do Norte Online
Saiba Agora
Últimas notícias
    Você está em

    Cotidiano

    Caminhoneiros já planejam nova greve para pressionar por tabela de frete

  • Caminhoneiros em bloqueio na BR-369, próximo ao distrito de Aricanduva: nova paralisação pode ocorrer a qualquer momento -  Foto: TNOnline
    Foto por
    Escrito por DA REDAÇÃO
    Publicado em 27/11/2018 Editado em 27/11/2018

    Caminhoneiros podem fazer uma nova paralisação a qualquer momento. O assunto tem sido amplamente discutido por líderes da categoria há algum tempo. O motivo é a insatisfação com a falta de fiscalização contra empresas que descumprem a tabela do frete mínimo.

    A tabela do preço mínimo do frete foi aprovada pela gestão Michel Temer para encerrar a greve da categoria, que parou o país por onze dias em maio deste ano. Apesar de o governo ter cedido nessa questão, várias entidades de representação da agricultura e indústria reagiram contra o tabelamento e foram ao Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir a inconstitucionalidade da medida.

    Ivar Luiz Schmidt, representante do Comando Nacional do Transporte, diz que o governo não está cumprindo a promessa. “Estão todos [os caminhoneiros] revoltados. A questão do piso mínimo foi só uma jogada para parar a greve. Ninguém está cumprindo, e o governo não fiscaliza e tampouco multa”, diz Schmidt.

    As informações são do portal da revista Veja

    Jornal da Tribuna desta quinta-feira

    Jornal da Tribuna desta quinta-feira

    TNTV

    Jornal da Tribuna desta quinta-feira

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!

    Deixe seu comentário sobre: "Caminhoneiros já planejam nova greve para pressionar por tabela de frete"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    Principais matérias