Cotidiano

Após deixar filhos em berçário, mulher é levada para floresta pelo marido e tem mãos amputadas com machado

Da Redação ·
​A russa Margarita Gracheva, de 26 anos​, teve as mãos decepadas pelo próprio marido em uma floresta - Fotos: Reprodução/Youtube
​A russa Margarita Gracheva, de 26 anos​, teve as mãos decepadas pelo próprio marido em uma floresta - Fotos: Reprodução/Youtube

A russa Margarita Gracheva, de 26 anos, teve as duas mãos decepadas pelo próprio marido em dezembro de 2017, quando Dmitry Grachev a levou para uma floresta nos arredores de Moscou, na Rússia, e usou um machado para torturá-la. “[Ele] gritou: ‘Coloca suas mãos na árvore’. Eu chorei, gritei, implorei para ele não me machucar. Então ele disse para eu não olhar, e começou a cortar minhas mãos”, relatou a russa à rede britânica BBC.

continua após publicidade

Conforme Margarita, ela e o então marido deixaram os filhos no berçário antes da crueldade. Grachev usou uma faca para consumar a atrocidade e na sequência levar a esposa a um hospital. Aos médicos, ele entregou uma caixa na qual estava a mão direita de Margarita e em seguida se entregou à polícia russa.

O desfecho desta história ocorreu após várias ameaças sofridas pela russa dentro da própria casa. Dias antes do ataque, Margarita teve uma faca encostada no pescoço. “Quando fui à polícia, tinha certeza que eles viriam à minha casa no dia seguinte, mas não foi assim que aconteceu”, lamentou ela.

continua após publicidade
Após deixar filhos em berçário, mulher é levada para floresta pelo marido e tem mãos amputadas com machado fonte: Reprodução

Dmitry Grachevfoi condenado a 14 anos de prisão sob acusações de sequestro, ameaça de morte e lesão corporal grave -Fotos: Reprodução/Youtube

“O policial me disse: ‘Vocês vão fazer as pazes, isso não é importante’. O caso foi encerrado. Três dias depois, ele me levou para a floresta e cortou minhas mãos”, relembrou a vítima, cuja mão esquerda foi perdida no bosque. “Mais tarde, ela foi encontrada. Estava quebrada em oito partes. A pele e as veias foram transplantadas”, disse.

Depois de receber doações de pessoas do mundo todo, Margarita conseguiu adquirir uma prótese biônica da mão por meio de uma cirurgia de reconstituição e reimplantação que durou 10 horas.

continua após publicidade
Após deixar filhos em berçário, mulher é levada para floresta pelo marido e tem mãos amputadas com machado fonte: Reprodução


Condenação
Na última quinta-feira (15/11), Dmitry Grachev foi condenado a 14 anos de prisão sob acusações de sequestro, ameaça de morte e lesão corporal grave contra sua ex-esposa. O russo confessou o crime. “Meus filhos não sabem o que aconteceu. Pensam que sofri um acidente. É difícil para eles. Não sei como explicar”, afirmou Margarita.

“Para mim, seria melhor que ele tivesse sido condenado à prisão perpétua. Eu ficaria mais segura. Se ele sair e, eventualmente, morar perto de mim, não será seguro para mim e meus filhos”, finalizou a russa vítima de violência.

Veja vídeo

Após deixar filhos em berçário, mulher é levada para floresta pelo marido e tem mãos amputadas com machado - Vídeo por: Reprodução

As informações são da BBC

Tags relacionadas: #machado #marido #mulher #violência