Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Família investigada por assassinato de jogador é transferida para penitenciárias

.

Cristiana Brittes, Edison Brittes Junior e a filha  Allana Brittes. Foto: Reprodução/Facebook
Cristiana Brittes, Edison Brittes Junior e a filha Allana Brittes. Foto: Reprodução/Facebook

A família investigada por envolvimento no assassinato do jogador Daniel Corrêa de Freitas, 24 anos, foi transferida para penitenciárias, na tarde desta quinta-feira (8). Cristiana Brittes, de 35 anos, e Allana Brittes, de 18, foram transferidas na tarde desta quinta-feira (8) da Delegacia de São José dos Pinhais para a Penitenciária Feminina de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. Já Edison Brittes Junior, o ‘Juninho Riqueza’, saiu da delegacia por volta das 15h e foi levado ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML), para passar por exame de corpo e delito. Em seguida, também será transferido para o sistema prisional em Piraquara.

Mãe e filha estão presas temporariamente, por 30 dias, pelo envolvimento na morte do jogador Daniel Corrêa de Freitas, de 24 anos, em uma festa na casa da família Brittes, após o aniversário de 18 anos de Allana em uma boate em Curitiba. Pela manhã, as duas ainda passaram por exames no Instituto Médico Legal de Curitiba (IML), justamente devido a transferência.

Além da família Brittes, outros três jovens estão presos: Eduardo Henrique Ribeiro da Silva, de 19 anos, David Willian Villero Silva, de 18 anos, e Igor King, de 20.

(Banda B)

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber