Cotidiano

Descoberta entrada para 'vida após a morte' sob pirâmide no México

Da Redação ·
© Domínio público/Gorgo
© Domínio público/Gorgo

Arqueólogos do Instituto Nacional de Antropologia e História, juntamente com especialistas da Universidade Nacional Autônoma do México, descobriram um túnel subterrâneo sob a Pirâmide da Lua, em Teotihuacan, que poderia ter sido usado para rituais funerários, relata o portal Mexico News Daily.

continua após publicidade

Durante escavações realizadas na década de 1980, os pesquisadores descobriram restos humanos com crânios deformados e vários artefatos de pedra verde. Essas descobertas fizeram com que os cientistas supusessem que objetos semelhantes poderiam ser encontrados sob a própria pirâmide.

Ao escanear a pirâmide com tomografia elétrica, os arqueólogos descobriram um túnel de 15 metros de comprimento a 8 metros de profundidade que leva a uma câmara subterrânea.

continua após publicidade

Apesar dos cientistas não saberem o que está dentro dela, a dimensão dos labirintos e as características das descobertas anteriores indicam um eminente valor simbólico. Eles acreditam que sob a pirâmide se encontra uma representação da "vida após a morte" conforme a crença de habitantes da Mesoamérica.

A Pirâmide da Lua foi construída entre 200 a 450 d.C. A escadaria da construção dá acesso à Avenida dos Mortos, e no seu topo há uma plataforma que foi usada para rituais astecas em honra da Grande Deusa de Teotihuacan, a deusa da Lua e da Água.

Fonte- Mexico News Daily.

Tags relacionadas: #Arqueologia