Cotidiano

Derrotada, Cida afirma que transição será "tranquila"

Da Redação ·
Cida durante votação em Maringá (Foto: Divulgação)
Cida durante votação em Maringá (Foto: Divulgação)

A governadora Cida Borghetti (PP) afirmou  neste domingo (7) que a transição de governo começa no dia 3 de dezembro. Ela parabenizou o governador eleito Ratinho Júnior (PSD). “Será uma transição tranquila e respeitosa. Coloquei o governo e a equipe à disposição do governador eleito. Entregarei um Estado em dia, com dinheiro em caixa e mais de 2 bilhões no orçamento para a saúde, educação e segurança”, afirmou.

continua após publicidade

Cida, que teve 16% dos votos válidos, disse que continuará trabalhando pelo Paraná, independente do resultado das eleições. “Fizemos uma campanha humana, com o coração pautada em propostas. Meu compromisso com o Paraná permanece, vou continuar trabalhando para fortalecer as políticas públicas para aqueles que mais precisam. Minha missão é cuidar das pessoas e é isso que vou fazer”, avaliou.

“Tenho orgulho de ter chegado aqui e agradeço com muito carinho todos os nosso apoiadores, todas as pessoas que acreditaram num Paraná mais humano, numa política mais honesta e eficiente. Cada voto recebido levarei em meu coração para novos projetos que certamente serão em favor das pessoas”, declarou em coletiva de imprensa após a apuração dos votos.

continua após publicidade

Cida ressaltou a evolução da campanha. No início do pleito ela aparecia com 3% das intenções de voto e chegou a aparecer nas pesquisas com 19% “essa foi uma campanha diferente das demais, no início da campanha 70% das pessoas não me conhecia, crescemos e estou grata pelos votos”, disse Cida.

A coligação que apoiou Cida Borghetti fez 14 cadeiras deputados estadual e oito deputados federais.