Cotidiano

Eleito, Ratinho Junior promete transformar o Paraná no estado mais moderno do País

Da Redação ·
Ratinho Júnior é o novo governador do Paraná (Foto: Divulgação)
Ratinho Júnior é o novo governador do Paraná (Foto: Divulgação)

Em sua primeira declaração como governador eleito do Paraná, Ratinho Junior afirmou neste domingo (7) que a demonstração das urnas foi "uma mudança de conceito". 

continua após publicidade

"Meu compromisso é fazer com que o Paraná seja o estado mais moderno do Brasil", afirmou ele na sede do TRE-PR (Tribunal Regional Eleitoral do Paraná). 

O novo governador prometeu "resgatar a confiança da política no Brasil pelo Paraná". Ele também elogiou a eleição de Oriovisto Guimarães (Podemos) ao Senado.

continua após publicidade

"São pessoas íntegras e sérias, mas, acima de tudo, apaixonadas pelo Paraná e vão fortalecer o relacionamento em Brasília. Há muito tempo, os senadores não colaboravam entre si", disse, defendendo que a atuação dos novos congressistas possa trazer união política e mais recursos federais para o estado.
Na entrevista, Ratinho ainda anunciou que, no eventual segundo turno da eleição presidencial, apoiará Jair Bolsonaro (PSL).

A vitória de Ratinho em primeiro turno confirma tendência que vinha se configurando nas últimas pesquisas de intenção de voto e no levantamento de boca de urna do Ibope e impede a reeleição da atual governadora, Cida Borghetti (PP), que assumiu a cadeira em abril deste ano em substituição
a Beto Richa (PSDB) e tentava levar a disputa até o
segundo turno.

CIDA

continua após publicidade

Cida declarou, na noite deste domingo, ter orgulho da campanha que fez e disse que continuará trabalhando pelo estado, independentemente do resultado das
eleições. "Meu compromisso com o Paraná permanece, vou continuar trabalhando para fortalecer as políticas públicas para aqueles que mais precisam", disse em
entrevista na sede do PP, em Curitiba. 

Segundo Cida, embora tenha sido vice-governadora de Beto Richa por mais de três anos, parte da população não a conhecia. Por isso, iniciou a campanha com 3% das
intenções de voto nas pesquisas. "Tenho orgulho de ter chegado aqui", afirmou.