Facebook Img Logo
Mais lidas
Cotidiano

Mulher é condenada a 22 anos de prisão por matar a irmã professora e concretar o corpo 

.

Local onde a professora Ladis Boeni, 52 anos, foi encontrada morta: corpo estava coberto de concreto - Foto: Arquivo/TNONLINE
Local onde a professora Ladis Boeni, 52 anos, foi encontrada morta: corpo estava coberto de concreto - Foto: Arquivo/TNONLINE

Uma mulher foi condenada a 22 anos de prisão pela morte da irmã em Santa Helena, no oeste do Paraná, em júri popular que terminou no início da noite de quinta-feira (7).

Janete Boeni, de 47 anos, foi julgada pelos crimes de homicídio, furto, ocultação de cadáver e denunciação caluniosa.

A vítima, Ladis Boeni, de 52 anos, era professora. Ela foi assassinada e facadas em dezembro de 2016 e o corpo acabou encontrado uma semana depois, concretado no fundo quintal do imóvel.

Na ocasião, Janete, que chegou a confessar o crime, disse à família que a irmã tinha viajado para Cuba, onde se encontraria com um médico com quem mantinha um relacionamento afetivo.

Prisão após acidente
Janete foi presa depois de se envolver em um acidente de trânsito com o carro da irmã em Penha (SC), no dia 13 de dezembro de 2016. Ela foi transferida para Santa Helena, onde permanece presa.

Com informações da RPC

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber