Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Associação orienta sobre protesto de caminhoneiros; multa para bloqueio de rodovias é de R$ 100 mil por hora

.

Foto: Alberto D'Angele/RPC/Imagem ilustrativa
Foto: Alberto D'Angele/RPC/Imagem ilustrativa

A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), divulgou nota orientando os caminhoneiros de todo o Brasil sobre as manifestações previstas em todo o país. Na semana passada, a categoria decidiu para que todos os caminhoneiros autônomos se mobilizassem contra os impostos no óleo diesel e por muitos outros pedidos. 

A principal orientação da Associação era que não fossem bloqueados pontos em rodovias e que não houvesse depredação em nenhuma propriedade seja ela pública ou privada. A orientação era, "Todos os caminhoneiros deste país façam a paralisação em suas casas, ou em postos de abastecimento, SEMPRE DE FORMA PACÍFICA E SEM PREJUDICAR O DIREITO E IR E VIR de outros condutores. Não apoiamos atos de violência, agressões, barricadas nas rodovias ou atos de depredação de patrimônio público", segundo presidente da Abcam, José da Fonseca Lopes.

Protestos no Paraná
Caminhoneiros protestam, na manhã desta segunda-feira (21), contra o aumento do valor do diesel em rodovias federais e estaduais do Paraná. A mobilização é nacional.

A última alta diária ocorreu na sexta (18), quando a Petrobras elevou os preços do diesel em 0,80% e os da gasolina em 1,34% nas refinarias. A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo.

Em nenhuma rodovia federal do Paraná, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), há interdição total nesta manhã. No máximo, uma faixa de cada estrada está interditada.

Isso porque uma determinação judicial proíbe que eles fechem totalmente as rodovias federais, sob pena de multa de R$ 100 mil por hora.

Os motoristas também estão proibidos de invadir praças de pedágios. A multa é a de R$ 20 mil por hora de invasão.

Protesto na BR-376, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais (Foto: Valdecir Galvan/RPC)

Confira abaixo as manifestações em rodovias federais no PR:

BR-116, quilômetro 67, Quatro Barras, na Região de Curitiba - em andamento;
BR-277, quilômetro 6, Paranaguá, no litoral - em andamento;
BR-376, quilômetro 502, Ponta Grossa, nos Campos Gerais - em andamento;
BR-376, quilômetro 257, Califórnia, no norte - andamento;
BR-153, quilômetro 43, Santo Antônio da Platina, no norte pioneiro - em andamento;
BR-153, quilômetro 112, Ibaiti, no norte pioneiro do Paraná - em andamento.
Ainda conforme a PRF, carros, ônibus, ambulâncias e caminhões com cargas vivas e perecíveis têm passado normalmente pelos protestos.

Motoristas autônomos bloqueiam PR-317, em Maringá (Foto: Juliana Guzzoni/RPC)

Rodovias estaduais
Protesto de caminhoneiros bloqueia rodovia PR-090, em Assaí
No norte do estado, na PR-090, na entrada para Assaí, caminhoneiros estão proibidos de passar pela rodovia. Carros, ônibus e caminhões com cargas vivas e perecíveis passam normalmente.

Em Maringá, na PR-317, o protesto está concentrado próximo ao contorno norte. O movimento é liderado por motoristas autônomos, e todos os caminhões são obrigados a parar. Os veículos que não querem parar são obrigados a retornar. Só estão liberados caminhões com cargas vivas e com medicamentos.



O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber