Facebook Img Logo
Mais lidas
Cotidiano

Curso de design de interiores atende demandas do Noroeste

.

A região do Rio Paraná, no Noroeste do Estado, conhecida como “Litoral Doce”, tem atraído muitos veranistas e, com eles, condomínios residenciais e lojas de decoração. A demanda por profissionais para atuarem na decoração destas novas casas e nas lojas que se instalaram atraídas pelo fluxo de turistas fez com que o Centro Educacional de Educação Profissional (Ceep) Dr Marins Alves de Camargo, de Paranavaí, passasse a oferecer um curso técnico em design de interiores. O Centro Educacional é uma unidade da Secretaria de Estado da Educação.

De acordo com o diretor Sandro Volpato, o curso foi criado em 2014 e já formou cinco turmas. “Nossa região tem despontado na área da construção civil e edificações. Mas também, pela proximidade com o Rio Paraná, também cresceu a demanda por casas de veraneio e design de lojas. Por isso o curso de Design de Interiores veio muito bem a calhar”, explica.

Com uma média de 25 alunos formados por turma, o curso tem um dos menores índices de evasão. “Os alunos, em sua maioria, têm perfis específicos: ou já trabalham com decoração, moda ou se identificam muito com a área. E por isso são mais interessados”, explica o diretor. E o interesse acaba se refletindo em oportunidades de trabalho. De acordo com a coordenadora do curso, Jhéssica Zezak Rodrigues, boa parte dos alunos que concluiu o curso está empregada na área. “A maioria trabalha em marcenarias da região. Mas também em lojas de decoração ou fazendo projetos para clientes”, explica.

Segundo ela, com a profusão de condomínios de médio e alto padrão na região, o mercado de atuação para os alunos cresceu bastante. “Fora isso, por serem jovens e terem recém saído da escola, eles têm muitas ideias e referências atuais. E o preço deles muitas vezes é mais atrativo que o de arquitetos, aumentando as oportunidades de trabalho”, afirma.

EXPERIÊNCIAS - A vendedora projetista Zair Aparecida Cardoso já era formada em moda quando decidiu fazer o curso técnico de design de interiores. “Trabalhava com moda, mas comecei a me envolver com a área de marcenaria e decoração. Quando fiquei sabendo do curso, resolvi fazer. Foi muito útil e me abriu muitas portas”, conta ela, que hoje trabalha como projetista numa loja de móveis planejados.

A vendedora Marisa Soares Augusto resolveu fazer o curso porque já trabalhava numa loja de decoração e queria se aprimorar. “Hoje tenho muito mais conhecimentos para orientar os clientes e, com isso, conseguir vender mais”, explica.

Reine Ferreira Berlin resolveu fazer o curso para poder trabalhar na marcenaria da família. “Hoje faço meus atendimentos com mais propriedade, porque conheço melhor do assunto e os clientes sentem mais segurança também, sabendo que estão tratando com uma especialista”, conta. Ela gostou tanto da experiência que está cursando agora o curso técnico de edificações. “Depois disso quero fazer faculdade de arquitetura”, afirma.

Além do curso de design de interiores, o colégio oferece curso técnico em edificações e em segurança no trabalho. As aulas são noturnas e novas turmas são abertas no início e no meio do ano.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber