Facebook Img Logo
Mais lidas
Cotidiano

Copel investe R$ 115 milhões no sistema elétrico de Maringá

.

O sistema elétrico de Maringá ganhou reforços significativos nos últimos anos. Foram investimentos em linhas de transmissão, melhorias e ampliação nas redes de distribuição e na construção da subestação Mandacaru. Até janeiro deste ano, as obras de extensão e reforço da rede somaram R$ 106,5 milhões e estão previstos mais R$ 8,5 milhões até dezembro.

Entre as principais obras para atender o aumento de demanda por energia está a instalação de novos transformadores nas subestações Jardim Alvorada e Horizonte, com investimento de R$ 11 milhões. Desta forma, a capacidade de transformação de energia da cidade passou de 291 para 431 MVA (megavolt-ampère), o que representa um incremento de 50% na energia disponível para atender o município.

FORNECIMENTO - As obras também refletiram melhorias na qualidade de fornecimento de energia na região, de acordo com índices controlados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Nos últimos quatro anos, Maringá registrou queda de 21% na frequência e de 25% na duração dos desligamentos por unidade consumidora. “Graças a esses investimentos, a cidade apresenta excelentes resultados de qualidade no fornecimento de energia e de confiabilidade do sistema elétrico”, afirma o presidente da Copel, Antonio Guetter.

NESTE ANO - Até o final de 2018, o município vai receber mais R$ 8,5 milhões em obras no sistema elétrico, configurando um dos maiores volumes de investimentos para o ano entre as grandes cidades do Paraná.

As obras previstas incluem a ampliação da linha de distribuição de 34,5 kV (quilovolts) e o aumento da capacidade do anel que interliga três das quatro subestações da cidade por meio das linhas de transmissão de 138 kV.

“Essas benfeitorias somadas representam R$ 5 milhões e darão maior flexibilidade à operação do sistema, permitindo modificar a origem do fornecimento de energia de acordo com a necessidade do momento”, detalha Guetter.

Hoje, Maringá tem 180 mil ligações de energia – 148 mil residenciais, 21,3 mil comerciais, 5.102 indústrias e 818 propriedades rurais. Em 2011, eram 157 mil consumidores da Copel no município.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber