Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Cientistas brasileiros reconstituem rosto de homem que viveu há 2 mil anos

.

Cientistas brasileiros reconstituem rosto de homem que viveu há 2 mil anos - FOTO: REPRODUÇÃO - MUSEU NACIONAL/UFRJ
Cientistas brasileiros reconstituem rosto de homem que viveu há 2 mil anos - FOTO: REPRODUÇÃO - MUSEU NACIONAL/UFRJ

Pesquisadores do Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), apresentaram nesta quinta-feira (22/3) a reconstrução do rosto de um homem que viveu há dois mil anos no Rio de Janeiro. O trabalho ajuda a revelar como eram e como viviam os povos mais antigos do Brasil, anteriores aos índios tupinambás.

O ancestral dos atuais cariocas era bem baixinho para os padrões atuais, tinha entre 1,40 e 1,50 metro e vivia perto da praia. Tinha a pele bem morena e características indígenas.

O estudo dos ossos revela um desgaste maior dos membros superiores, indicando que, possivelmente, ele remava muito e pescava. A reconstrução foi feita a partir de um esqueleto achado em Guaratiba, na zona oeste da cidade.

FONTE - THAYNA SCHUQUEL - PORTAL METRÓPOLES

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber