Facebook Img Logo
Mais lidas
Cotidiano

BRDE no Paraná inaugura contratações pelo Fungetur no país

.

O BRDE no Paraná inaugurou as contratações de financiamento no país pelo Fundo Geral de Turismo (Fungetur), após a reformulação da linha, informa o Ministério do Turismo. O financiamento, no valor de R$ 800 mil, será destinado a obras de ampliação do Hotel Hospedare, em Marechal Cândido Rondon, Oeste do Estado.

O investimento total na construção da segunda torre do hotel será de R$ 1,25 milhão. Com a ampliação, o número de unidades habitacionais passará de 36 para 74. O BRDE foi credenciado pelo Ministério do Turismo como agente financeiro do Fungetur em setembro do ano passado, quando a linha foi reformulada.

DIFERENCIADA
O Fungetur financia projetos de implantação, ampliação, modernização ou reformas de empreendimentos turísticos como hotéis, agências de viagens e parques temáticos. Até 2017, era operado exclusivamente pela Caixa Econômica Federal. Com a reformulação, outras sete instituições financeiras, entre elas o BRDE, foram credenciadas para gerir o fundo e ampliar a abrangência da linha.

“Essa é uma linha de crédito diferenciada, com taxas de juros e prazos especiais, que estava parada e conseguimos reativar para movimentar a economia do turismo apoiando projetos bem estruturados”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão, no lançamento do novo Fungetur.

“Operar o Fungetur é uma forma de atrair novos investimentos para o setor turístico do Sul do país, levando em conta que o turismo é um dos segmentos da economia que mais geram emprego, renda e receita aos municípios”, diz a gerente de Planejamento da Agência Paraná do BRDE, Lisiane Astarita.

INVESTIMENTOS
Embora esse seja o primeiro projeto apoiado pelo BRDE por meio do novo Fungetur, o Banco já vem apoiando o setor nos três estados do Sul. No Paraná, nos últimos 5 anos, foram investidos R$ 93 milhões na construção e revitalização da rede hoteleira estadual.

No mesmo período, foram investidos mais R$ 95 milhões em empreendimentos ligados ao turismo. Entre os empreendimentos financiados, está o complexo turístico Espaço das Américas, em Foz do Iguaçu, na região conhecida como Marco das Três Fronteiras.

Dados da Diretoria de Ordenamento do Turismo do Ministério do Turismo apontam que atualmente há uma cartela no valor total de R$ 45 milhões em análise pelos bancos credenciados no Fungetur. Na lista, estão meios de hospedagem, parque temático, restaurante e embarcações turísticas.

FUNGETUR
Criado em 1971 para financiar empreendimentos, obras e serviços de interesse para o desenvolvimento do turismo nacional, o Fungetur estava sob a gestão da Embratur até 2003, quando o Ministério do Turismo foi criado.

Entre os empreendimentos apoiados pelo fundo estão meios de hospedagem renomados no cenário nacional como o Hotel Tropical, em Manaus, e o Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

Nos últimos quatro anos, no entanto, os recursos destinados para o Fungetur não foram captados pelo mercado. A recente operação de crédito via BRDE marca a reativação do fundo, que oferece juros de até 6% ao ano, somados ao INPC.

Para capital fixo, o valor financiável é de até 80% do investimento total no projeto, com teto de R$ 10 milhões. O prazo de pagamento é de até 240 meses e o período de carência pode chegar a 60 meses.

Mais sobre financiamento de projetos com recursos do Fungetur pelo telefone (41) 3219-8150 ou e-mail brdepr@brde.com.br.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber