Cotidiano

Piloto que morreu em queda de helicóptero sequestrado em SC é velado no Paraná

Da Redação ·
(Foto: Divulgação Polícia Militar)
(Foto: Divulgação Polícia Militar)

O corpo do piloto que morreu após a queda do helicóptero em Joinville, Santa Catarina, esta sendo velado desde a manhã desta terça-feira (13), em Curitiba, no Paraná.

continua após publicidade

A cerimônia de despedida deve ser realizada no fim desta tarde. A cremação ainda não tem data, pois depende de liberação judicial por se tratar de morte violenta.

Antônio Mário Franco Aguiar, 56 anos estava na aeronave da empresa Avalon Táxi Aéreo Ltda, que presta serviço de passeios e fretamento ao o Beto Carrero World. Segundo a polícia, o helicóptero foi sequestrado em Penha, cidade a aproximadamente 70 quilômetros de Joinville. Além de Aguiar, morreram o auxiliar de pista Bruno Siqueira, de 21 anos, e outra pessoa, ainda não identificada.

continua após publicidade

Daniel da Silva foi o único sobrevivente. Ele tem passagens por tráfico e porte ilegal de arma de fogo, foi preso em flagrante e está escoltado no hospital.

De acordo com a polícia, dois dos quatro ocupantes do helicóptero são suspeitos do sequestro. Em depoimento à Polícia Federal, os funcionários da Avalon disseram que dois homens contrataram, na véspera do acidente, um sobrevoo de 50 minutos numa área que seria de propriedade deles em Joinville para, depois, retornar a Penha. A dupla pagou R$ 3,1 mil em dinheiro.

A suspeita é que os dois contrataram os serviços para resgatar um preso. O local onde o helicóptero caiu fica a dois quilômetros de um presídio. 

Piloto que morreu em queda de helicóptero sequestrado em SC é velado no Paraná fonte: Reprodução

(Foto: Divulgação Polícia Militar)