Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Bandidos sofrem acidente após roubarem esposa de policial militar

.

Após roubo no Mercês, carro bateu contra ônibus em Santa Felicidade (Foto: Daniela Sevieri – Banda B)
Após roubo no Mercês, carro bateu contra ônibus em Santa Felicidade (Foto: Daniela Sevieri – Banda B)

Dois suspeitos de assalto foram presos na noite de terça-feira (7), após um acidente de trânsito, em Curitiba. Segundo a Polícia Militar (PM), eles estão envolvidos no roubo do carro da esposa de um policial militar, no bairro Mercês. Os criminosos bateram o veículo logo após o crime. 

Conforme relato da vítima, quatro homens agiram contra a condutora do Citroen Aircross branco na Avenida Manoel Ribas, nas proximidades com a Rua Jacarezinho, e fugiram sentido Santa Felicidade. Houve perseguição, e os suspeitos foram detidos. Contudo, familiares de um deles alegam que o rapaz é inocente.

De acordo com a PM, minutos depois do assalto, os policiais que patrulhavam na região encontraram o veículo em fuga ainda pela Rua Manoel Ribas, quando teve início um acompanhamento tático. A perseguição terminou perto do Terminal de Santa Felicidade, na Rua Via Veneto, quando os ladrões bateram o carro de frente com um ônibus que estava parado no semáforo para entrar no terminal.

O motorista do ônibus, Lauro Mariano, contou que estava a poucos metros do terminal quando a situação aconteceu. “O veículo veio no sentido contrário, em alta velocidade, e tentaram fazer a conversão, batendo contra o nosso veículo. Os quatro elementos saíram correndo após o acidente e dois foram presos nas imediações”, descreveu à Banda B.

Os dois suspeitos presos e o carro da vítima foram encaminhados para a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV).

Versão Família
Sobre o caso, a família de um dos detidos nega que ele tenha envolvimento no crime. A esposa dele afirmou que o marido saiu para colocar crédito no celular em uma farmácia na Avenida Manoel Ribas, perto de onde o acidente aconteceu. “Ele começou a demorar e eu fiquei desesperada, porque nossa casa é perto da farmácia. Então atenderam meu celular e o policial falou que ele estava preso, então eu disse, ‘mas como assim’?”, descreveu.

Segundo a esposa, o marido é funcionário de um supermercado e estava com documentos. “Como um ladrão anda com documentos? Meu marido saiu de casa para colocar crédito. Ficamos quatro horas na delegacia acompanhando tudo e o policial civil me disse que meu marido não vai ser solto e que precisamos procurar uma advogado”, disse.

A esposa afirmou que o marido tem o comprovante da compra feita na farmácia. “Ele tem o comprovante das 19h50. Meu marido não estava no bairro Mercês, passava ali por Santa Felicidade e foi abordado. Nós estamos desesperados, porque ele é inocente. Parece que ele teria sido identificado pela vítima, mas eram quatro ladrões, como ela teria certeza?”, questionou.

(Com informações da Banda B)


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber