Cotidiano

Homem armado com rifle invade igreja na Rússia e mata cinco mulheres

Da Redação ·
Tropas russas no Daguestão em 2005; região é uma das mais pobres e mais instáveis ​​na Rússia - Fotografia: Timur Abdullayev / AFP / Getty Images
Tropas russas no Daguestão em 2005; região é uma das mais pobres e mais instáveis ​​na Rússia - Fotografia: Timur Abdullayev / AFP / Getty Images

Cinco mulheres morreram após um homem armado abrir fogo contra um grupo de pessoas que deixava a igreja após assistir a missa neste domingo (18) na região russa do Daguestão, de acordo com a Sky News.

continua após publicidade

De acordo com o jornal russo RBK, o atirador morreu após matar quatro fiéis e ferir outras quatro pessoas, todas mulheres, em um ataque na cidade de Kizlyar.

Outra vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital, conforme um porta-voz do Ministério de Assuntos Internos da região.

continua após publicidade

O homem entrou na igreja armado com um rifle de caça e com uma faca, o gritando “Allahu Akbar”, frase árabe que significa “Deus é grande”, contaram religiosos que estavam na missa pouco antes do ataque.

Embora o motivo para o ataque ainda não tenha sido esclarecido, o homem armado mirou nos fiéis da igreja ortodoxa russa em uma região predominantemente muçulmana. O atirador foi identificado como um morador local com idade na faixa dos 20 anos.

Região pobre
O Daguestão, que faz fronteira com a Chechênia, é uma das regiões mais pobres e instáveis da Rússia. Os rebeldes islâmicos do Daguestão são conhecidos por viajarem para a Síria para se juntarem ao Estado islâmico.

As informações são do The Guardia/Francepress