Mais lidas
Cotidiano

Doria chama vereador petista de 'desqualificado' após entrevista

.

CATIA SEABRA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), atacou nesta quarta-feira (10) o petista Antonio Donato, 57. Em entrevista à Folha de S.Paulo, o vereador afirmou que São Paulo "elegeu um prefeito e ganhou um candidato".

"A cidade de São Paulo é muito difícil para um prefeito 24 horas por dia. Para um prefeito ausente, com a cabeça em outros objetivos, fica mais difícil ainda. E a população sentiu isso e percebeu que o marketing inicial não se reverteu em resultados práticos", complementou Donato.

Em resposta, Doria chamou o petista de desqualificado.

"Esse Donato, que falou isso na Folha [de S.Paulo], é um desqualificado. Um desqualificado, como todos os agentes do PT. Um partido que assalta o dinheiro público, que defende o assaltante criminoso Luiz Inácio Lula da Silva, não tem a menor autoridade para falar sobre o prefeito de São Paulo."

Líder da oposição em São Paulo, Donato afirmou que Doria teve seu primeiro ano de gestão movido por cálculos eleitorais e isso prejudicou a cidade.

O petista disse ainda que, apesar da ampla maioria na Câmara, o prefeito terá dificuldade para conseguir implementar seu programa de privatizações. Dos 55 vereadores, 11 são da oposição, sendo 9 deles do PT.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber