Facebook Img Logo
Mais lidas
Cotidiano

Justiça do Rio condena três homens pelo assassinato da cantora do Kaoma

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Justiça do Rio condenou na última segunda-feira (8) os três homens acusados de matar a cantora Loalwa Braz, do grupo de lambada Kaoma.

A cantora foi encontrada morta dentro um carro incendiado perto de sua casa, uma pousada em Saquarema, na região dos Lagos, no Rio, em 19 de janeiro de 2017.

O caseiro da pousada da cantora, Wallace de Paula Vieira, foi condenado a 37 anos de prisão por roubo com resultado de morte e provocar o incêndio na casa da vítima.

O réus Gabriel Ferreira dos Santos e Lucas Silva de Lima foram condenados, respectivamente, a 28 e 22 anos de prisão por latrocínio (roubo seguido de morte).

Para a juíza Aline Dias, o crime foi premeditado pelos três réus e a ideia partiu de Vieira, que era funcionário da vítima e dormia no local.

Segundo a magistrada, o funcionário conhecia a rotina da pousada, a movimentação financeira, o alto valor de R$ 15 mil lá guardado e a vítima estava sozinha no seu quarto.

CRIME

Vieira se apresentou como testemunha à polícia afirmando ser funcionário da pousada da cantora, segundo a Polícia Civil. Num primeiro momento, ele disse ter presenciado quando ladrões entraram no local, roubaram objetos e sequestraram Loalwa. A história tinha contradições e ele acabou confessando o crime.

Investigações da polícia apontam que Vieira chegou à pousada Azur no fim da noite de quarta (18) com Gabriel Ferreira dos Santos, 21, e Lucas Silva de Lima, 18. Eles arrombaram a porta, imobilizaram a cantora e roubaram objetos de valor.

Loalwa teria resistido e entrado em luta corporal com os bandidos, que a agrediram com pauladas e facadas até que ela desmaiasse. Ela foi levada pelo trio durante a fuga, mas como o carro apresentou problemas, foi incendiada dentro do veículo.

Gabriel Ferreira dos Santos foi preso no centro do distrito de Bacaxá. Segundo a polícia, ele estava com o celular e o cartão bancário da vítima. Já Lucas Silva de Lima foi localizado em Guarani, também em Saquarema.

PLANOS

Loalwa tinha acabado de se curar de um câncer no ovário e se preparava para regravar os principais sucessos da banda de lambada Kaoma remixados em outros estilos musicais.

"Ela estava convidando vários artistas regionais para participar do projeto. A Gaby Amarantos, por exemplo, já tinha aceitado", contou seu assessor. Em 2013, durante a Virada Cultural, Gaby e Loalwa dividiram o palco em um show no largo do Arouche, no centro de São Paulo.

Loalwa se apresentou pela última vez no Brasil em setembro de 2016 em Porto Seguro, dentro de um festival de lambada.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber