Facebook Img Logo
  1. Edhucca Banner
Mais lidas
Cotidiano

Após incêndio, escola Acadêmicos do Tucuruvi não poderá ser rebaixada

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi, que teve parte de suas fantasias destruída por um incêndio nesta quinta-feira (4), vai desfilar normalmente no Carnaval deste ano, mas ficará isenta de julgamento. Com isso, ela não poderá ser rebaixada para o Grupo de Acesso.

A decisão de manter a Acadêmicos do Tucuruvi no Grupo Especial em 2019 foi tomada nesta sexta-feira (6) durante reunião com os presidentes de 14 escolas que compõem o grupo de elite. Segundo a Liga das Escolas de Samba de São Paulo, as demais agremiações disputarão normalmente obedecendo os critérios de rebaixamento, ascensão do Acesso e campeãs.

O desfile do Grupo Especial acontece nos dias 9 e 10 de fevereiro no Sambódromo do Anhembi (zona norte). A Acadêmicos do Tucuruvi entrará na avenida no primeiro dia, sendo a terceira a se apresentar. O samba enredo da escola neste ano será "Uma Noite do Museu".

Ao todo, 90% das 2.000 fantasias e adereços que seriam usados no desfile de Carnaval foram destruídos, incluindo toda a ala das baianas. A direção da escola calcula prejuízos de aproximadamente R$ 1 milhão.

"Sei que quase tudo virou cinzas e vamos correr contra o tempo para reconstruir as fantasias, mas, se for preciso que a gente vá apenas de calça e camisa branca, nós iremos", já afirmava diretora de ala Maria da Graça, 55, na quinta (4).

INCÊNDIO

O incêndio no principal galpão da escola teve início na madrugada de quinta (4). Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo se alastrou rapidamente pelo imóvel de dois andares, localizado na rua Bartolomeu de Torales, na Vila Mazzei. Não houve feridos.

Quatro pessoas dormiam no local e conseguiram sair ilesas. Uma delas foi o costureiro Aroldo Tavares, que acordou os amigos. "Levantei com o barulho, vi a fumaça e corri para chamar meus colegas. Por pouco a gente não saiu de lá sem vida", disse.

O Corpo de Bombeiros disse que o ateliê não tem o AVCB (Auto de Vistoria Corpo de Bombeiros), mas a escola alega ter o laudo.

A Prefeitura Regional Santana/Tucuruvi disse que o galpão não possui alvará de funcionamento para nenhuma finalidade. "O proprietário será notificado para cumprir as devidas providências", informou em nota.

Fundada em 1976, a Acadêmicos do Tucuruvi integra o grupo especial das escolas de samba do Carnaval paulistano. Em 2011, foi vice-campeã. No ano passado, ficou em oitavo lugar entre 14 escolas.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber