Facebook Img Logo
Mais lidas
Cotidiano

Dois meses após eleição, republicanos vencem vaga na Virginia em sorteio

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após quase dois meses da eleição para a nova Assembleia estadual da Virgínia, um sorteio definiu o vencedor da disputa e deu maioria para os republicanos -mas o resultado ainda pode mudar.

A disputa da vaga do 94º distrito terminou empatada após uma série de questionamentos na Justiça e acabou sendo decidida na sorte nesta quinta-feira (4) -a votação foi em 7 de novembro.

Políticos dos dois partidos compareceram à cerimônia em Richmond, capital do Estado, para descobrir quem ficaria com a vaga, o republicano David Yancey, que buscava a reeleição, ou a democrata Shelly Simonds.

Papeis com nomes dos dois foram colocadas em uma tigela, que a Justiça pediu emprestada do Museu de Artes da Virgínia. Coube ao presidente da Comissão eleitoral, James Alcorn, tirar o papel do vencedor, que acabou sendo o de Yancey.

Com a vitória, os republicanos ficam com uma maioria de 51 a 49 votos na casa -caso Simonds ganhasse, os partidos ficariam empatados e teriam que negociar os projetos.

Antes da eleição, os republicanos tinham uma ampla maioria de 64 deputados contra 34 democratas. O Senado estadual, controlado pelos republicanos, não estava em disputa.

A lei da Virgínia, porém, estabelece que quem perde o sorteio tem direito a recorrer e pedir uma nova recontagem. Caso isso aconteça, será a segunda vez que os votos da disputa serão revistos.

Logo após a eleição, a Justiça deu vitória a Yancey por apenas dez votos em um universo de mais de 23 mil votos.

Por isso, os democratas recorreram e pediram uma recontagem, que acabou anulando alguns votos, dando a vaga para Simonds por uma diferença de apenas um voto.

No dia 20 de dezembro, porém, um painel de três juízes -todos indicados pelos republicanos- analisou a recontagem e decidiu que um dos votos de Yancey tinha sido anulado erradamente. Com isso, o resultado terminou empatado, com 11.608 para cada candidato.

A lei da Virgínia estabelece que em casos assim, um sorteio deve definir o vencedor, o que foi feito nesta quinta (4).

Simonds disse que analisa a possibilidade de pedir a nova recontagem, mas ainda ainda não definiu qual medida irá tomar.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber