Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Rio de Janeiro registra os dois primeiros policiais mortos em 2018

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A rotina de mortes de policiais militares no Estado do Rio de Janeiro continua em 2018. Os primeiros casos do ano ocorreram nesta quarta (3).

O sargento Anderson da Silva Santos, 41, foi atingido por três tiros na noite de quarta em Queimados, na Baixada Fluminense. De acordo com a Polícia Militar, o agente estava de folga e se envolveu em uma briga de trânsito.

Mais cedo, o soldado Ivanderson da Silva Pinheiro foi encontrado morto por outros agentes no bairro Mutuá, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio. Segundo a corporação, ele teria sido baleado após reagir a uma tentativa de roubo.

CRISE

Com salários atrasados e falta de dinheiro para manutenção de viaturas e equipamentos para a polícia, o Rio tem sofrido com o crescimento dos índices de violência.

A crise também enfraqueceu o projeto das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), que estão passando por modificações, abrindo espaço para novas guerras entre facções de bandidos.

Ao longo de 2017, foram 134 policiais militares mortos na onda de violência que atinge o Rio de Janeiro. O último caso tinha sido em 30 de dezembro, também em São Gonçalo, quando o sargento reformado Renato Fagundes de Almeida, 47, foi assassinado após outra tentativa de roubo.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber