Mais lidas
Cotidiano

Após 2 anos, passarela de Congonhas reabre para pedestres

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A passarela Comandante Rolim Amaro, na avenida Washington Luís, na zona sul de São Paulo, foi reaberta na manhã desta terça (26) para pedestres. Projetada pelo arquiteto Vilanova Artigas em 1974, a passarela é utilizada para atravessar a via até o aeroporto. A estrutura foi interditada em 2015, após quatro colisões.

Há dois anos uma estrutura metálica provisória garante a travessia no local, pelo qual circulam diariamente cerca de 3.000 pessoas. A passarela foi reinstalada em novembro, mas ainda não havia sido liberada para pedestres.

Empresas privadas, a maioria ligada ao setor de turismo, arrecadaram R$ 6,7 milhões para reforma da passarela e construção de uma praça na lateral de um dos acessos. Os valores foram doados à ASPA (Associação dos Amigos da Passarela), que tem uma parceria com a prefeitura para a entrega das obras da nova passagem.

De acordo com a Secretaria Municipal de Serviços e Obras, a requalificação da passagem e do entorno serão inaugurados na segunda quinzena de janeiro.

A passarela provisória seria desmontada na madrugada desta quarta (27).

A passarela apresentava problemas na estrutura havia mais de dez anos. Em 2015, um laudo da prefeitura mostrou que a estrutura estava em "estado de iminência de ruptura brusca". A travessia recebeu então um escoramento.

Em 2014, a Folha mostrou que, após dez anos de discussões sobre a reforma, a prefeitura removeria a passarela. Em 2005, a gestão José Serra (PSDB) também anunciou a reforma e a adaptação da estrutura, com instalação de cobertura e elevadores. Nenhuma das duas saiu do papel.

Um acidente sem vítimas causado por um caminhão derrubou parte da passarela em 2006. Na época, a estrutura foi novamente encaixada nos pilares de sustentação com o auxílio de guindastes.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber