Facebook Img Logo
Mais lidas
Cotidiano

Sanepar apresenta protótipo de ligação de esgoto no Litoral

.

Para facilitar a compreensão dos clientes que buscam atendimento nos escritórios da empresa, a Sanepar instalou quatro protótipos que mostram como deve ser feita a correta ligação dos imóveis à rede coletora de esgoto. Dois estão disponíveis em Pontal do Paraná e outros dois em Matinhos.

Tratam-se de modelos que contam com um Dispositivo Tubular de Inspeção (DTI) em tamanho real. O DTI é composto pela rede coletora da Sanepar e a rede de saída do esgoto do imóvel, além de um tampo de concreto, utilizado para verificação e inspeção por parte dos técnicos da Companhia. Os protótipos foram feitos em parceria com a GEL, empreiteira responsável pelas obras de ampliação da rede coletora no litoral, e com a Sanesb, empresa cujos agentes socioambientais estão visitando as residências para orientação aos moradores que vão receber a rede.

As informações relevantes sobre as instalações internas da rede de esgotamento do imóvel estão em um cartaz junto ao protótipo. Os clientes podem saber da exigência de execução da caixa de gordura de 18 litros e da obrigatoriedade de não descartar água de chuva e não interligar calhas à rede coletora de esgoto, que é dimensionada apenas para receber o esgoto doméstico, entre outras.

ORIENTAÇÃO
Em Matinhos e em Pontal do Paraná estão sendo realizadas sensibilizações sobre a importância de ligar o imóvel à rede de esgoto, orientações técnicas, vistorias e reuniões comunitárias. Nessas abordagens, a Sanepar orienta os moradores sobre como fazer a correta ligação e sobre a importância de ligar os imóveis à rede disponível. No Litoral, a Sanepar também promoveu dois cursos de encanadores, para capacitar a população dos dois municípios.

OBRAS – Desde janeiro de 2016 a Sanepar está com obras em andamento em Matinhos e em Pontal para ampliar o atendimento com coleta e tratamento de esgoto. O programa de investimentos da Sanepar no Litoral, de R$ 250 milhões, inclui a construção de 29 estações elevatórias de esgoto, 500 mil metros de rede coletora e 25 mil ligações de esgoto. As obras serão concluídas no fim de 2018. Terminado o programa, a cobertura de saneamento de Matinhos vai saltar de 52% para 85% da população, e a de Pontal vai triplicar, de 26% para 75%.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber